domingo, 27 de novembro de 2011

Sem perguntas não há respostas


A reunião de amanhã tem na pauta um item de enorme importância para os torcedores avaianos, o novo Plano de Sócios.  Valor que espelhe a realidade sócio-econômica em todos os setores da Ressacada é o primeiro passo para um Avaí próximo da sua torcida.
Um importante e necessário primeiro passo.

O segundo passa necessariamente pela ligação do conselho com os clamores vindo da torcida avaiana. O conselho precisa é deve criar a ponte entre sócios e o Clube, levar questionamentos, pedir respostas e esclarecimentos aos dirigentes.
Independente do documento que será entregue ao Presidente Nereu pelos sócios, e que eu assinei, deve partir do Conselho o pedido dos esclarecimentos e dos motivos que trouxeram o Avaí de volta a segunda divisão, não pela queda, mas pelas sombras sem vulto que muitos acreditam existir dentro da Ressacada.

O Conselho questionando e exigindo respostas, deixa transparente todas as insinuações, fofocas e vazamentos. Vem daí a preocupação da torcida. 
Notícias sem respostas, insinuações sem provas e parcerias sem rostos. 
O Conselho deve permitir ao Clube a possibilidade de clarear tudo. 
Se não agir assim, não tem mais moral nem ética para Deliberar nada em nome dos sócios que representa. Se a direção não explicar todo esse disque-me-disque que ronda a Ressacada desde 2010, tudo e todos podem e devem pensar o que quiser. Fica instituído o caos. No caos só vale a lei do mais forte. Cria-se a barbárie.
Quem não deve não teme.
Não existe um motivo, nem um motivo que impeça o Conselho de perguntar para ouvir respostas. Isso é dar crédito ao Clube e respaldar os anseios de todos os torcedores.
Quando alguém coloca o dedo onde não há ferida não sentimos nenhuma dor.
Se não há “feridas” no Clube, o "dedo" do Conselho descobrirá, e partimos todos juntos, para construír o ano de 2012. 
Se não perguntar nada, 2010 não irá ter fim. 
Eu vou perguntar!

6 comentários:

Carmen Fuhrmann disse...

KK

Como disse o Aguiar, quem fecha as portas é porque não quer conversa. Perfeito, tem sim, que responder aos questionamentos, só assim construiremos 2012 e com certeza estaremos na A em 2013, do contrário a Porta da Série C nos espera.


Abçs

Adriano Assis disse...

Que a diretoria responda ao conselho, e não a setores da imprensa que querem "sangue" na Ressacada! Que o conselho atenda o clamor da torcida e faça as devidas cobranças a diretoria.
Não alimentem truculência onde não há! Tratemos das coisas do Avaí entre avaianos! Este é meu desejo.

Kk de Paula disse...

Perfeito Assis, "Tratemos das coisas do Avaí entre avaianos! Este é meu desejo."

Anônimo disse...

Olá KK, tudo bem?
Bom comentário e que está me preocupando é essa aglomeração de torcedores muito antes da reunião acabar. Entregue o questionamento, via requerimento, feito pelo André, em boa hora, fazendo destes questionamento também dos Conselheiros, teremos que ter respostas e as mais urgentes possiveis, não podem serem deixadas para o ano que vem, tem que serem respondidas antes do final de ano.
Conmo bem disse o Assis, respondidas vamos aceita-las ou contesta-las dentro do Avai e não dentro da imprensa.
espero que ninguém vomite por esse comentário,aliás de tanto ter vomitado deve estar desidratado.
abs
décio

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Muito boa a tua posição, Kaká. É lúcida. É o que eu penso. Fico preocupado, sim, pois há agitadores, de diversas cores, querendo o sangue na Ressacada. A preocupação do Decio também é a minha.
É hora de as coisas serem decididas por avaianos.

Paulo disse...

de avaianos para Avaianos......esta é a função do conselho...não decorativo...tão pouco depurativo...e sim administrativo....