sábado, 26 de dezembro de 2015

Nós sempre contamos conosco, Avaianos!


Avaianos, mais um ano que se finda e já está escrito na nossa história.
Nós que estivemos presentes, apoiando o Avaí, sabemos cada linha das páginas de 2015.
Cada vírgula, verbos, adjetivos, substantivos singulares e plurais e cada nome próprio que fazem parte desse capítulo.
Precisamos, e vamos, seguir em frente.
O Avaí não se esgota, não se diminui, não se conceitua em um ano. O Avaí é parte de um tempo maior. O Avaí em breve será secular e tantos séculos que ainda estão por vir, em nosso  tempo infinito, continuaram escrevendo páginas na história do Clube da Raça, do Clube das Glórias, do Clube Azul e Branco: o nosso Avaí.
Presentes! Assim, dizendo sim, vamos ESTAR 'avaianizando' o ano de 2016.
Já escrevi algumas vezes aqui que Avaiano não conjuga o verbo 'desistir'.
Alguns incautos podem, e devem, desistir de nós. Isso faz parte da seleção natural para a evolução de todas as coisas. Esses vão se extinguir!
Mas nós, os fortes, estaremos produzindo mais e mais Avaianos capazes de elevar  o nome Avaí ao mais alto da história do Futebol Brasileiro.
Que venha 2016 e com ele tudo se renove.
Nós sempre contamos conosco, Avaianos!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Reunião do CD por Manoel Nilson

Reproduzo abaixo, o comentário do Avaiano Manoel Nilson sobre a reunião de ontem:
Manoel Nilson:
"Também achei que a reunião do CD de ontem foi histórica.O novo estatuto ao permitir que o sócio torcedor participe das reuniões deu e dará nova vida ao Clube. Agora, certamente, os atos administrativos do clube passarão a ser debatidos com mais consciência e a cobrança por resultados será de fato ativa. Muitos dos nossos sérios e crônicos problemas foram levantados e discutidos, inclusive a pesada e deficiente estrutura administrativa e a base. Vamos esperar pra ver o que acontecerá nos próximos 6 meses e, que na próxima reunião tenhamos um número maior de sócio torcedor para exigir efetivo funcionamento do CD."
23 de dezembro de 2015

Reunião histórica do Conselho

Reunião histórica do Conselho Deliberativo com a participação dos sócios e das torcidas organizadas Mancha Azul e Avaixonadas. Vamos esperar para sentir, com ações, o resultado de tudo que foi falado, cobrado e propostos pelos torcedores e alguns conselheiros na reunião de hoje. 
O novo Estatuto deu voz ao torcedor. Que essa voz seja levada em consideração. 
Reunião muito bem conduzida pelo Presidente do Conselho Deliberativo Alessandro Abreu.
‪#‎MudAvaí‬

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Pra não 'arrebentar'!



Amanhã a reunião do Conselho Deliberativo do Avaí, de acordo com o novo estatuto, será aberta aos sócios. Eu estarei presente para ouvir o que está sendo feito para recolocar o Avaí no rumo certo, ser ouvida, apoiar onde achar que devo e pedir mudanças onde achar necessário serem feitas. Acredito que existe Avaianos dentro do Clube trabalhando para que o Avaí entre nos trilhos. 
Vou ouvir primeiro.  Se cada um puxar para um lado, vamos arrebentar! 
União em prol do Clube. 
Jamais colocar interesses pessoais, vaidade, soberba e 'raivinha' acima do bem maior:
-  O Avaí Futebol Clube.

Gonçalves: Novo Diretor de Futebol do Avaí



Avaí já tem novo Diretor de Futebol:
Gonçalves, ex-zagueiro do Botafogo.
Bom trabalho ao novo Diretor.
Que o nosso Avaí volte a andar nos trilhos e que venham mais mudanças que se fazem necessárias no comando Avaiano.

domingo, 20 de dezembro de 2015

União em prol do Avaí



Soube que algumas das 'inteligências Avaianas' se reuniram para equacionar e resolver os problemas do nosso Clube. Definiram as principais questões para 2016. Teremos notícias em breve. 
Que os Avaianos se unam em prol do Clube para colocar o Avaí novamente no rumo certo: isso é o mais importante.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Conselho Convocado

EDITAL DE CONVOCAÇÃO
16 DE DEZEMBRO DE 2015

O Presidente do Conselho Deliberativo do Avaí Futebol Clube, no uso de suas atribuições e na forma dos artigos. 41, 50, 51, 53 e 86 do Estatuto, convoca os membros do Conselho Deliberativo para a Reunião Ordinária no dia 22 do mês de dezembro de 2015, às 19h30min, em primeira convocação, com a presença da maioria simples dos Conselheiros com direito a voto e, em segunda convocação, às 20h00min, com qualquer número de Conselheiros presentes, em sua sede no Estádio da Ressacada, para deliberarem sobre a seguinte Ordem do Dia:

1. Leitura, análise e aprovação da Ata da Reunião Anterior;
2. Análise do Clube no exercício de 2015 e projeção para 2016;
3. Apreciação e votação do Orçamento para o exercício de 2016;
4. Assuntos Gerais.

Florianópolis, 15 de dezembro de 2015.

ALESSANDRO BALBI ABREU
Presidente do Conselho Deliberativo

Nota da Blogueira: 
Precisamos de uma resposta rápida do Conselho Deliberativo: União, limpeza e mudanças necessárias. A torcida precisa que o Conselho tenha ações positivas. O Avaí precisa reagir. Cabe ao Conselho. Não podemos ficar esperando pela eleição de 2017. De acordo com o novo estatuto as reunião do Conselho agora são aberta aos sócios. Eu vou estar presente. Participe, Avaiano!

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Entrevista do Eduardo Costa

Um pouco mais da entrevista do Eduardo Costa ao jornalista Fabiano Linhares. Ele explica porque não aceitou o cargo de gerente de futebol do Clube:

"O grande problema do Avaí é institucional, mas do que financeiro. O grande adversário do Avaí hoje, são muitas pessoas que se encontram lá dentro. Minha proposta era reformular o departamento de futebol, porque precisa no meu ponto de vista. Com o que eu me deparei, superficialmente, seria necessário esse reformulação, mas como não assumi não posso me aprofundar mais sobre o assunto. Mas eu deixo o recado, é meu dever como torcedor do Avaí, querendo o bem do Clube, é expor isso. (...) O Avaí está com um problema financeiro seríssimo, mas como eu falei o maior problema do Avaí é institucional, se o Clube estivesse fortalecido com pessoas capacitadas se resolveria essa questão financeira, mas o pouco que eu vi acho que o Clube institucionalmente não está preparado para enfrentar esse problema que vai encontrar em 2016. No meu ponto de vista, pra ser bem direto porque eu gosto das coisas claras, é uma reformulação. Se não houve, no meu ponto de vista, se vai dificultar muitos mais as coisas para esse ano que se apresenta aí. Vários Clubes que eu joguei tinham problemas financeiros, mas a instituição, as pessoas que tocavam o Clube eram única e exclusivamente focadas em recuperar o Clube. Não vejo isso no Avaí. Por isso a minha recusa e não assumi não por falta de coragem, porque se eu não tivesse coragem nem teria sentado pra conversar com o Presidente. Eu acho que o que mais precisa nesse momento é pessoas capacitadas pra tirar o Clube dessa situação." Eduardo Costa

Eduardo Avaiano Costa disse: Não!



"O grande problema do Avaí é institucional, o grande adversário do Avaí são pessoas que estão lá dentro." Eduardo Costa na CBN explicando porque não aceitou ser gerente do Clube.

Nota da Blogueira:
Acho que não precisa se dizer mais nada. Não esperava outra coisa de um Homem com caráter e torcedor do Clube. 'Chumbo grosso'.
Agora cabe ao Conselho Deliberativo do Avaí se reunir e dar uma resposta para a nossa torcida. Afinal, são nossos representantes no Clube e podem interferir para colocar o Clube nos trilhos novamente. Reunião Já, Conselho!!!

Tic-tac Tic-tac...


Atrasado!
E não estou me referindo aos salários apenas, esses estão atrasadíssimos, estou indo além.
O nosso Clube está atrasado em quase tudo no que diz respeito ao Futebol.
E tenho certeza que somos um Clube de Futebol, em sendo assim...
Já passou da hora do Avaí falar sério, agir sério e planejar sério 2016.
Atrasado na apresentação do seu novo gerente e diretor de futebol, o nosso Clube de Futebol sabe que sem esses dois profissionais fica difícil vislumbrar o elenco para o ano que vem. Já era pra se estar trabalho em quem fica, quem sai, quem chega. E claro, já deveria estar planejado o quando se deve e pode gastar com o futebol.
Salário atrasado é um enorme entrave para os que estiverem a frente dos cargos citados acima, pois ficam sem respaldo financeiro e/ou moral, para buscar no mercado o que o Clube precisa.
O Avaí necessita urgentemente ter quem assuma os erros, busque as soluções e volte a ter seus pés no chão para começar 2016 respirando. E esse precisa ser seu presidente.
A sensação é que o Clube respira por aparelho e que esse aparelho não lhe pertence.
Está tudo tão nebuloso e sem visibilidade, que estamos sem saber o que vem por aí, quem vem por aí, como vem por aí e o que ainda está aí.
Que a Direção tenha a capacidade de solucionar, com sabedoria e 'Avaianidade', a falta de direção hábil que vem norteando o nosso futebol e consequentemente, nossas finanças.
Atenção: Papai Noel não existe!

sábado, 12 de dezembro de 2015

Livramento, Miguel !!!


Quando um profissional alcança um status onde a indiferença é descartada categoricamente por seus ouvintes, leitores, telespectadores, amigos, ou inimigos, esse profissional é um sucesso.
Atingir o ápice é não deixar ninguém indiferente a sua opinião.
Atingir o sucesso é ser ouvido diariamente por que concorda e por quem discorda de ti, é ser ouvido por quem te ama um dia e no outro pode te desamar, mas jamais se desligam de ti.
Atingir o público na mosca é se manter livre diante dele; é ser adorado num minuto e contestado no minuto seguinte e ninguém, desligar a TV ou o Rádio.
Um pequeno número de comunicadores conseguiu ou consegue essa façanha.
Esse engrandecer-se, sem ser unanime, é para os talentosos.
Talento e audiência na voz de um livre incomoda alguns.
Pois esses 'alguns-incomodados-grandões' exigiram a demissão do 'pequeno mané'.
Esses se diminuíram, ele engrandeceu.
Miguel é livre mente e ao sê-lo, se livra da mesmice dos que mentem.
Livramento, Miguel!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

#FechadoComMiguelito


Miguel Livramento é insubstituível. 
Não gostei da sua saída do grupo RBS. 
Tiraram o maior e verdadeiro representante dos manezinhos: 
a fala mané sem censura. Imperdoável!!!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

"O fora do campo influencia muito."

Foto: Jamira Furlani/Avaí Oficial

- O fora do campo influencia muito. Todo mundo estava focado no objetivo e dentro de campo não faltou empenho, raça, dedicação. Mas a bola bate na trave por causa disso. Teve jogador que pediu 50 reais emprestado para o colega para comprar fralda para o filho. Fica a pergunta. A gente merecia, mas será que o Avaí merecia? Quando a gente entra em campo esquece os problemas, as dificuldades, a dificuldade, mas fora dali só nós sabemos o que passamos. Não podemos sair com a família para jantar e sermos chamados de mercenários. Mas só os atletas sabem o que a gente passa. Que fique claro, da nossa parte não faltou raça, dedicação, mas não conseguimos - lamentou Anderson Lopes.

Na mesma entrevista, ao Globoesportes.com, o jogador afirmou:
- Eu, particularmente, aprendi a amar o Avaí. Sou um torcedor do clube, eu subi da base e sofri com o clube. Se for para ficar, eu ficarei como sempre fiz, vou me dedicar como sempre, dar o meu melhor. Mas se for para ir embora, eu de longe vou estar torcendo pelo Avaí para conquistar o acesso. Mas estou realizado, foi um ano bom para mim, fui o vice-artilheiro do time e deixo isso em aberto. Mas eu acho que pelo fato de eu ter tido um ano bom, eu não devo ficar. A gente sabe que no Brasil, não só no Avaí, os times passam por dificuldade financeira. O jogador pensa em jogar fora do país, é um objetivo meu em jogar lá fora, nos Emirados Árabes, quem sabe em uma liga grande da Itália. Recebi coisas de fora e vou deixar nas mãos de quem pode ajudar.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

"O pastel na Ressacada é bom!"


Declarações do Presidente na coletiva dessa tarde

Vai cumprir todo o seu mandato; demitiu Arini e Chico (não disse quem vai substituir os dois); nenhum jogador do Uram vai ficar para 2016; afirmou que Raul Cabral será o técnico para 2016; a mensalidade do sócio não aumentará e afirmou categoricamente
- "O pastel na Ressacada é bom"
Foi isso!
Arini: poderia ficar.
Saída do Chico: Ufa ufa!! 
Nenhum jogador do Uram: super ufa!
Depois escrevo um post sobre minhas considerações a respeito da entrevista.
Agora fiquei com vontade de comer pastel, já volto!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Quem vai esmagar a cabeça das 'serpentes'?



Ano passado os Deuses do Futebol nos ofereceram o acesso.
O Anjo Loiro colocou a bola recebida na cal e aceitou humildemente o presente dos Deuses, que aos nossos adversários entregavam caixas vazias.
Escolhido por simpatia ou por qualquer outro motivo que os divinos não nos permitem saber, o Avaí conquistou o seu acesso.
E o que o Clube fez com ele?
Debochou com soberba o que lhe foi dado como presente.
Quebrou o conteúdo mágico da caixa de Pandora que a torcida exibia com orgulho e seguiu o ano de 2015 como se fossem eles, os dirigentes do Clube, os responsáveis pela conquista.
Não, não foi vocês!
Vocês são os responsáveis pela queda.
Debochar dos Deuses, machucar a torcida amada e desrespeitar a bola, sempre a Dama do espetáculo, expulsou vocês do paraíso. 
Sim, vocês!
Nós torcedores estamos rangendo os dentes diante das 'serpentes' que nos ofereceram como presente a 'maça' vermelha enquanto distraídos, pela felicidade, olhávamos para o céu azul.
Mas continuamos diante do Paraíso. Essa dimensão que o amor faz nascer todos os dias  no coração dos crentes.
Vocês caíram sozinhos para o lugar de onde nunca saíram: o limbo.
Quem vai esmagar a cabeça das soberbas 'serpentes'?
Nós!!!!

domingo, 6 de dezembro de 2015

Parabéns aos envolvidos!



Fora Departamento de Futebol e fora quem montou o Departamento de Futebol e não cumpriu a promessa na campanha de ter no elenco "no máximo 4 jogadores por empresário".
Técnico cagão nem N.S.da Ressacada ajuda: 4 volantes?
‪#‎ForaChico‬ ‪#‎ForaUram‬ ‪
Obrigada jogadores que estiveram em campo pela luta até o fim,mesmo com salários atrasados.
Aos incompetentes que comandam o clube: paguem a conta antes de sair.
‪UramFC ‬rebaixado, parabéns aos envolvidos!

sábado, 5 de dezembro de 2015

Além da física



Muito já se falou e escreveu sobre as conquistas míticas, regadas a muito misticismo e paixão, do nosso Avaí Futebol Clube.
Sempre escapando a compreensão da razão, o Leão da Ilha de Santa Catarina foi acumulando, nos anais da sua história, memoráveis e inesquecíveis vitórias. Incompreensíveis aos racionais e as estatísticas matemáticas ao romper regras e prognósticos estabelecidos.
É sempre oportuno avisar que quando se escreve prognósticos sobre o Avaí, 'O Impossível' tem como oponente O-Ser-Possível.
Neste domingo o que nos aponta como vencedores?
Nada, nada além do além.
Esse 'Além' que inicia toda vez que a bola toca os vestidos de Azul e Branco.
O Avaí é o maior representante desse jogo chamado Futebol.
Ele 'faz coisa', afirma o divino apaixonado torcedor.
Tem em si e por sim a marca do milagre, do inesperado, do épico.
A metafísica Avaiana está sim, além da física e de todas as suas leis.
Hoje que assim seja, ou nada além (de um domingo).
Mas o Avaí é eterno.
Amém!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Recepção aos jogadores



RECEPÇÃO AOS JOGADORES!
Vamos mostrar mais uma vez nosso amor pelo Avaí Futebol Clube. Vamos HONRAR esta camisa. Vamos APOIAR e ACREDITAR nos jogadores.
‘’Esse Avaí, faz coisa!’’
Concentração: 15 horas.
Local: Aeroporto Hercílio Luz.
Data: 05/12/2015 (Sábado).
‪#‎VamosFicarLeão‬
‪#‎RAÇA‬
‪#‎LEÃO‬
‪#‎PRIMEIRADIVISÃO‬
#EUVOU

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Conta a lenda...

Foto original: Jamira Furlani/Avaí F.C

Conta a lenda:
Era uma vez... 
Novamente, outra vez e de novo, nada de novo no que diz respeito as chances que dão ao Avaí: mínimas!
Oras, e não é que mesmo fazendo um mal campeonato catarinense e agora  o Brasileirão; com  elenco limitado; com problemas financeiros sérios; com centro avante fora de forma;  com seu ídolo jogando com uma perna só e não participando das últimas partidas por causa de cirurgia no joelho; demissão do treinador faltando 4 rodadas e disputando às últimas partidas com técnico interino; sendo uma das defesas mais vazadas desse brasileiro e tendo uma das menores folhas,  o nosso mítico Avaí chega na última rodada dependendo de sim mesmo? Quem acreditava que isso seria possível? 
Apenas os insanos apaixonados: esses que somos nós torcedores. Crentes por pura fé!
Vamos para São Paulo jogar contra o campeão. Um detalhe. São onze contra onze e esse é o jogo em que se o Leão deixou de rugir em muitos e rugiu baixo em outros, está na hora de rugir alto. 
Afinal de contas, mesmo diante de tantas dificuldades e erros o nosso time está na disputa por permanecer na A até a última rodada e não precisa saber resultado de outros jogos. Um grande detalhe. É vencer e quebrar, mais uma vez, todos os sinais e prognósticos que nos colocaram na segundona desde o início do campeonato.
Difícil esteve o ano todo, isso  não é novidade nem para nós torcedores, nem para os jogadores que estão com salários atrasados.
Conta a lenda...

domingo, 29 de novembro de 2015

29 de novembro: Um ano da mística conquista Avaiana



Hoje faz um ano que o nosso Avaí conquistou, com a sua mística, o acesso. Que tal relembrar todas as emoções desse dia? Leia 'Indomável Leão-A mística do faz coisas'. À venda na Loja Avaí Store e nas bancas de revistas dos Supermercados Hippo, Angeloni/Beira Mar e Giassi/Campinas
Leia e se delicie com o nosso Avaí que faz coisa:

"Acordei sem dormir. Surgiu então o dia que já existia.
Vestidos de azul, eu e todos os torcedores Avaianos, mais a ilha de Santa Catarina, amanhecemos sem ver a manhã. Foi a tarde que chegou rasgando o dia nesse pedacinho de terra banhado de água por todos os lados(...)"  Trecho do Livro Indomável Leão.
‪#‎JamaisDuvideDoAvaí‬

São Paulo Santo Antonio & N.S.da Ressacada

Antonio Carlos comemora o seu gol diante da Ponte Preta/Foto:Jamira Furlani

Nossa Senhora da Ressacada saiu do Morumbi direto para a Ressacada.
Como trabalhou até os 49 minutos ao lado do São Paulo, na Ilha ela pediu ajuda para Santo Antonio (Carlos) e foi atendida.
Uma vitória que coloca o Avaí dependendo apenas de si mesmo ( e da santinha, claro) para disputar a última rodada desse brasileirão.
Raça e determinação dos jogadores, acerto do Raul Cabral nas substituições e a força da torcida Avaiana nos tiraram da zona do rebaixamento nessa rodada.
Não tem como deixar de elogiar os profissionais que estiveram em campo hoje. Um elenco com salários atrasados e jogando com muita pressão, não deixou de lutar durante os noventa minutos. Obrigada, jogadores do Avaí!
O sábado foi do trio: São Paulo Santo Antonio e Nossa Senhora da Ressacada.
Vamos continuar rezando, Avaianos!!!

sábado, 28 de novembro de 2015

#VemPraRessacadaAvaiano



"Somos avaianos e não desistimos. Somos avaianos e não vamos à luta sozinhos. Somos avaianos e corremos atrás. Atrás da bola, de cada lance, de todas as oportunidades. Somos avaianos, estamos lá quando a raça é convocada. Somos avaianos e precisamos de todos em casa neste último jogo na Ressacada. Último jogo, raça. Último jogo! Vamos encher cada cadeira daquela arquibancada! Juntos somos mais Avaí." 
#VemPraRessacadaAvaiano

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

"Honrar a camisa e a torcida" - by Goleiro César Silva



"Fazer algo diferente neste momento seria o minimo que Jogadores e Diretores deveriam fazer.
HONRAR A CAMISA E A TORCIDA que vocês humilharam o Ano Todo.
Boa sorte LEÃO!"

(Recado deixado, hoje, em sua página do Face pelo goleiro César Silva/guerreiro-Avaiano

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Aprovado o novo Estatuto do Clube

Fonto: Vandrei Bion

Na noite de ontem a Assembléia Geral dos sócios do Avaí aprovou o novo Estatuto do Clube.
Entre as principais mudanças está a questão da eleição que ganha formato direto. As chapas deverão apresentar no próximo pleito a nominata de conselheiros e os nomes para os cargos de presidente executivo e vice. A eleição será direta, elegendo-se de uma vez só os membros executivos e do conselho.
Embora tenha surgido uma proposta de um mandato de três anos em meio à Assembleia Geral, os presentes aprovaram a proposta original de quatro anos com direito a uma reeleição. A medida atende a exigência da Lei do Profut que determina apenas uma reeleição e um mandato de até 4 anos.
A eleição deverá ocorrer até o dia 20 de dezembro e realizada em um final de semana. A assembleia aprovou também que a peça orçamentária para o ano seguinte será votada e aprovada até o dia 10 de dezembro.
Sobre a eleição do Conselho Deliberativo, a proposta aprovada traz à tona o critério de proporcionalidade para a composição do mesmo. Em caso de duas chapas, terá representatividade no órgão aquela que atingir 30% dos votos. Em caso de mais de duas chapas, o percentual é de 20%.
O tempo como sócio para ser conselheiro também mudou. Antes era necessário ser associado por um ano com a mensalidade em dia. Agora são necessários dois anos.
O novo estatuto determina ainda que nenhum diretor ou funcionário do clube deverá ter relação empresarial com os atletas.

Nota da Blogueira: Um Estatuto que vem ao encontro ao desejo dos torcedores por eleições diretas para Presidência do Clube e com proporcionalidade para eleição do Conselho Deliberativo. Mudanças importantes e corretas. Parabéns aos Sócios presentes e ao Conselho que elaborou o texto. 

Fonte: Avaí Futebol Clube/Oficial

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

O Avaí dos(as) Avaianos(as)



"Mais uma ação do Avaí Futebol Clube, em parceria com a ONG MAIS (Missão em Apoio à Igreja Sofredora), onde crianças refugiadas sírias puderam entrar com os jogadores na partida de domingo. Aproveito para agradecer ao marketing do Fluminense (Mariana e Marcone Barbosa), que prontamente aceitaram a nossa solicitação.
Novamente o Avaí oferece oportunidade aos imigrantes que tentam uma melhor vida em nosso país.
O Avaí é gigante." (Diretora Social do Avaí Nesi Brina Furlani )

Nota da Blogueira: Quanto orgulho da qualidade quando o trabalho no Avaí é feito por Avaianos(as) que amam esse Clube incondicionalmente. Parabéns Nesi, parabéns para todos da diretoria social do Clube por essa ação social/humanitária.

domingo, 22 de novembro de 2015

Passou da hora de dar um fora 'pros de fora'



Após essa derrota para o Fluminense só tenho uma coisa pra dizer:
Independente de ser rebaixado ou não, fora Chico Lins, fora Arini, fora Uram, fora Cabral. 
Elenco bom, esse que esses caras montaram e o Cabral 'escalou' nos últimos dois jogos.  
O Avaí precisa voltar a ser dos Avaianos.
Ainda estamos na luta. Se ninguém lá de dentro, que seja Avaiano, afaste do Departamento de Futebol quem não trabalha em prol do Clube, mas para o que não é e não faz parte do Clube, vai ficar difícil a nossa permanência. E mesmo se conseguirmos permanecer, essas pessoas precisam deixar o Clube. Assim não pode continuar. Clube refém não condiz com a história de glórias Avaianas.
Passou da hora de dar um fora pros de fora!

Quero 'Avaianidade'!



Que Avaí estará em campo nesse domingo?
Não quero o Avaí do Kleina e nem o Avaí do Cabral.
Quero o Avaí dos Avaianos: O time da raça, o Leão da Ilha.
Quero o Avaí do Saulzinho, do Nizeta, do Cavallazzi, do Lourival, do Régis, do César Silva, do Adilson Heleno, do Belmonte, do Renato Sá, do Emerson, do Marquinhos, do Jacaré...
Quero o Avaí Avaiano.
Quero 'Avaianidade'!

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Dia 23/11 Sócio Torcedor participa e vota: reforma estatutária



A reforma estatutária, que vem sendo discutida pelo clube há pelo menos 4 anos, ganhou urgência por conta da Lei do Profut. Os clubes estão praticando as mudanças necessárias para se adequarem ao novo modelo de gestão estabelecido pela legislação.
O documento segue agora uma nova revisão até ser apreciado e votado na próxima segunda-feira, dia 23 de novembro, durante assembleia geral que contará a participação de sócios (adimplentes) maiores de 18 anos. O evento que será realizado no restaurante, a partir das 18:30, em primeira chamada. Se queremos um Avaí melhor, temos que lutar por ele, vamos dia 23 todos participar e votar, para o melhor do Avaí.
Queremos um Avaí forte, assim como a nossa Torcida.
O AVAÍ É NOSSO, É DA TORCIDA!

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Nossa Senhora da Ressacada... Évergooooolll



Uma vitória pra ser comemoradíssima.
Uma vitória que permite  ao Avaí continuar dependendo apenas de si mesmo para permanecer na série A.
Um jogo complicado, um jogo com erros de arbitragem (um pênalti não marcado e um gol legal mal anulado a nosso favor), um jogo com vitória com a cara do Avaí.
Não nos cabe agora focar nas dificuldades ou mesmo nos erros da escalação e substituições, nos cabe continuar torcendo para que assim como hoje, Nossa Senhora da Ressacada estique seu manto sobre o gramado e continue nos ajudando a 'fazer coisa'. Porque hoje, novamente, o Avaí fez coisa. Cabral fez a substituição correta e foi essa substituição, a entrada de Everton Silva, que nos deu a vitória. Num passe primoroso de Renan Oliveira, Everton chutou mascado e a bola beijou a rede do Joinville desempatando a partida.
Vamos comemorar a vitória porque ela veio num  jogo onde parecia que não teríamos qualidade pra vencer, mas a raça e a mítica Avaiana decidiram a nosso favor pelo pés de Everton Silva.

Precisamos, todos, ser Leões



O Jogo!
Hoje o nosso Avaí começa a decidir realmente a sua permanência na série A.
Isso se dá em decorrência da campanha que o nosso time fez durante toda essa competição.
Um Avaí que não soube ter equilíbrio tático e técnico (o que nos levou a esse desequilíbrio não nos cabe ressaltar nesse momento), vai precisar ter foco e muita vontade daqui pra frente. E isso é o que importa.
Jogo regional, jogo que é sempre pegado e portanto, disputado intensamente. 
Avaí x Joinville é sim, 'O Jogo' do ano. Tanto para um, quanto pra outro.
Sabemos da necessidade de vencer esse jogo. 
Que essa necessidade seja capaz de transformar os Azuis em guerreiros destemidos e focados na 'presa' para dar o 'bote' na hora certa. Precisamos, todos, ser Leões!

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Capitão 'abre' o Mar Azul

Foto: Jamira Furlani/Avaí F.C

Nosso capitão após 3 horas de cirurgia "abriu o mar vermelho" (ops, o mar Azul!) e mesmo em plena recuperação, já vai estar quarta feira apoiando os jogadores na partida contra o Joinville. 
Esse Galego faz coisa!

Nosso 'para-raio' enquanto não fez a cirurgia foi acusado de prejudicar o time; quando resolveu fazer foi acusado de "estar abandonando o barco porque estava a deriva" e tem mais ainda: Quando apareceu no treino após a queda do Kleina, foi apontado como 'milagroso' porque a cirurgia que já havia sido anunciada para a semana seguinte, não seria mais feita. Bradaram os acusadores!

O que posso te dizer, craque?
Quarta nos vemos no jogo e que Nossa Senhora da Ressacada essa sim, milagrosa, te abençoe e te cubra com seu manto azul. Manto Azul Dela sob teu manto Azul. Esse manto que vestes sempre com muita raça, orgulho e glória. Manto Sagrado!

E aos homens de pouca fé, o que devo dizer?
- Beijinho no ombro!


Avaí convoca Assembléia dos Sócios


domingo, 15 de novembro de 2015

Todos os sentimentos passam por aqui


15 de novembro: Feliz Aniversário, Ressacada!! 
A Casa de todos o Avaianos, o Templo Azurra. 
Mítica, Bela, imprevisível. 
Todos os sentimentos passam por aqui. 
Um, sempre fica: 
A Paixão pelo Avaí!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Nesse domingo: Todos pra Ressacada



NO DIA EM QUE A NOSSA RESSACADA COMEMORÁ 32 ANOS: 

Como mostra a história, os sonhos precisam ser cheios de paixão para terem chance de se tornarem realidade.
Tomemos como exemplo os anos de 2008 e 2010, uma torcida apaixonada pelo seu time mudou toda uma história, fez o que parecia perdido torna-se realidade. Um time conhecido por todos com o jargão “Esse Avaí faz coisa” não é por acaso, não é obra do destino, existe sim uma mística que paira nosso templo, que está entranhada em nosso manto que todo torcedor Avaiano e também não Avaiano sabe que possuímos, mas ela não seria nada sem nós, uma torcida apaixonada que mesmo com todas as dificuldades acredita até o último minuto, não foi assim ano passado no acesso?
Acreditamos até fim e não vai ser agora que vamos abandonar o barco.
Nosso time mais do que nunca precisa de nós, vamos fazer jus a camisa que defendemos, somos o 12º jogador, vamos pressionar, cantar até ficar rouco, bater palma, pular como se o céu fosse o destino, fazer tremer a ressacada e empurrar o leão, fazer com que nossos adversários tremam perante a nós, temam o que nossa torcida é capaz de fazer.
Chegou a nossa hora de mudar o jogo e já vamos começar fazendo isso no treino neste domingo, às 09:00 hrs vamos apoiar, estar presente, incentivar, mostrar que os jogadores podem contar com a nossa força, que estaremos ali, para ir para a batalha junto com eles, pois juntos, somos mais Avaí.

Fonte: G.R.T.O. Mancha Azul [Oficial]

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Sejamos, todos, indomáveis Leões



Agora cabe aos jogadores jogar como Leões;
Ao técnico interino escolher aqueles que querem lutar até o fim;
A presidência do Clube sanar os salários atrasados;
E ao Departamento de Futebol, deixar os jogadores e o técnico tranquilos, 
confiantes e seguros para que o trabalho, em campo, renda a favor do Avaí, 
dos jogadores, do técnico e principalmente, da torcida Avaiana.
Sejamos, todos, indomáveis Leões!
Foco total no jogo contra o JEC.
Vamos lotar a Ressacada, Avaianos.
O Avaí é o maior de todos!


E falando em maior:
Desejo ao ídolo e craque Marquinhos Santos, um pronto restabelecimento da cirurgia que vai precisar fazer na semana que vem.  Ídolo, boa sorte e que mesmo não estando em campo, tu possas nos ajudar na luta pela permanência. Tua liderança e amor pelo Clube são essenciais. 
Volta logo!

Por enquanto só o Kleina 'caiu'



Kleina caiu!
Que essa queda nos salve da outra: a queda para a série B.
De algumas rodadas pra cá venho afirmando que a nossa permanência na série A depende de três coisas: 
- Jogadores do Avaí
- Torcedores Avaianos
- Nossa Senhora da Ressacada.
Salários atrasados, Departamento de Futebol dividido tornando-se um 'cabo de guerra', elenco limitado e com um percentual altíssimo de jogadores pertencentes a um só empresário, amadorismo em direções estratégicas do Clube e um técnico pressionado que não conseguiu se impor para fazer o trabalho pra qual foi contratado.
Agora, mas do que nunca, estamos dependendo da força e do caráter dos jogadores Avaianos. Principalmente dos identificados com o Clube. Que cada um deles, dentro e fora do campo, urrem com a força do Leão, para unidos, conseguirem nos jogos que faltam os pontos que nos manterão na elite do futebol Brasileiro.
Vamos torcer para que as 'férias' da Nossa Senhora da Ressacada seja apenas em janeiro.
Essa faz milagres e os jogadores de caráter e amor pelo Clube podem fazer a diferença.
Kleina: Boa sorte! Tenho certeza que a tua passagem pelo 'atual Avaí' te fez aprender muitas coisas. 

Digo, desde já,  independente da nossa permanência ou não:
O Avaí precisa rever os homens que estão no comando do seu Departamento de Futebol. Chega de bagunça, de gente que só se aproveita do Clube para seus negócios. Só faremos bons 'negócios', só cresceremos como Clube, quando o Avaí voltar a pertencer aos Avaianos.
Que o comando do Departamento de Futebol Profissional volte a ser do Clube: O Avaí não é a casa de Chicos e nem de Franciscos!

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Entrevista do Presidente Nilton

(Foto: Renan Koerich)

Segue dois tópicos da entrevista que o Presidente do Avaí concedeu a jornalista Fabiano Linhares, da Rádio CBN, na manhã de hoje.  Aqui no DNAzul vou postar apenas os dois assuntos da entrevista que  são do interesse do Clube e por consequência, dos Avaianos.

Sobre renúncia: - Eu não cogito de renuncia, a uma alteração estatutária em andamento  que o conselho deliberativo está vendo para apresentar a Assembléia, se a Assembléia reduzir o mandato (de 4 para 2 anos), eu vou aceitar a redução. Eu não renunciou, eu peço para reduzir o mandato. Se houver redução do mandato eu aceito, não há problema nenhum. 

Questão financeira: - Nós estamos com problema na folha de pagamento e todos sabem que é porque não não conseguimos finalizar, e vários Clubes do Brasil não conseguiram contratos de patrocínios masters. Nós temos mais de 20 empresas que foram contactadas e não houve fechamento. Nós estamos trabalho com contratos para o ano que vem e está bem encaminhado. A nossa dificuldade financeira, que surgiu de um mês e meio pra  cá, vai dar o valor se nós tivemos fechado o patrocínio master. Como é que nós estamos suprindo isso? Nós estamos atrás, negociando, nós temos vários atletas que nós estamos estudando negociação de percentuais de direitos econômicos deles, sempre reservando um percentual significativo pra nós para evitar qualquer arrependimento futuro de ter cedido ou não o jogador. Sempre com uma avaliação pé no chão, negociações plausíveis. 
Nós estamos trabalhando para quitar os salários. Já houve um pagamento parcial, mais um pagamento parcial. Assim que vai entrando o dinheiro nós vamos pagando para antecipar a quitação disso. Está faltando dinheiro para pagar a folha, não dá pra codificar se a situação é delicada ou muito delicada. É uma situação que nos preocupa porque tem pagar os colaboradores e os atletas no prazo e  nós estamos atrás disso. 

Para ouvir a entrevista completa, clique aqui.

domingo, 8 de novembro de 2015

Vamos continuar torcendo por nós (e pelos outros)

Elenco mal montado, pressão... e o técnico foi se perdendo, perdendo...

Uma escalação equivocada deixou o Avaí ainda mais frágil do que costuma estar sendo nesse campeonato por ter um departamento de futebol que não soube montar um elenco  e um técnico pressionado que perdeu suas convicções.
No primeiro tempo um Avaí frouxo, recuado ao extremo e sem proteção a sua zaga,  foi sufocado pelo time Paranaense.  Conseguiu se salvar de tomar gols até o momento em que Vagner soltou uma bola que era totalmente sua. Com o placar adverso o Avaí se perdeu totalmente em campo e num erro da sua zaga, tomou o segundo gol.

No intervalo Kleina poderia ter arrumado seu erro na escalação tirando Tinga (não sei porque foi titular) para a entrada do volante Adriano. Mas preferiu tirar Rômulo e colocar Pablo. 
O Atlético voltou com a nítida intensão de levar o jogo em banho Maria e o Avaí conseguiu ser mais 'agressivo' na partida. Numa jogada de pura raça do André Lima, que lutou pela bola na área adversária, o centro avante rolou a bola para Anderson Lopes que marcou para o Avaí.
Kleina ainda colocou Renan Oliveira no lugar do Camacho (ficou devendo novamente) e Gamalho no lugar do André Lima. Não foi o suficiente para dar ao Avaí qualidade e força para empatar a partida.

Agora é continuar torcendo para que os outros nos ajudem e nesse domingo nos resta torcer pelo Flamengo diante do Goiás. Nada muito diferente do que tivemos que fazer no ano passado.
Elenco fraco e técnico cada vez mais perdido.
(Kleina não aguentou a pressão e a interferência em seu trabalho: se perdeu a muito tempo)


sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Solução para remendos



"…o estádio do Figueirense é um estádio muito remendado, cheio de puxadinho" -  Declaração do Presidente Doladelá no programa Debate Diário nessa sexta/CBN

Teu estádio é remendado? 
Solução: pega vários tapetões e estica por tudo. Disfarça todos os remendos.

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

O 'tiro' ficou curto

GAZETA PRESS

Nosso Avaí se prepara para enfrentar o Atlético Paranaense nesse sábado.
Mais uma vez vamos precisar da força e da vontade dos jogadores.
Nessa reta final onde os problemas fora do campo se repetem, é o elenco Avaiano juntamente com Gilson Kleina, que precisa estar unido e focado para lutar pelo Avaí e por eles mesmos.
Kleina não pode contar com Everton Silva (lesão) e Marquinhos Santos (poupado). Como já disse aqui após o empate com o Cruzeiro, eu entraria com Anderson Lopes fazendo a ala juntamente com só veloz Nino Paraíba (como eu torço para que o QI dele acompanhe as pernas).
Vitória é o único resultado que nos cabe trazer de Curitiba. Outro resultado vai nos levar a novas orações e preces para que Nossa Senhora da Ressacada venha em nosso socorro.
É isso aí, turma.
Agora é torcer e torcer e torcer.
O 'tiro' ficou curto e a munição está no fim (faltam poucas rodadas).
Cada disparo precisa acertar o alvo.


domingo, 1 de novembro de 2015

3 contra 300

Foto: Avaí F.C

Marquinhos: esse não pode 'perder a bola' no meio do campo.
Esse cara que nunca mostrou seu comprometimento com o Clube, sua identificação, sua paixão. Esse cara que nunca, jamais, vai ter seu nome escrito na história Avaiana.
Quantas bolas são perdidas por jogadores Avaianos na meia cancha a cada jogo?
O que devem fazer os jogadores que estão postados atrás da jogada perdida?
Interceptar a jogada.
Ou quando o Marcos perde a bola ele está sozinho em campo? Muitas vezes ele já decidiu vários jogos sozinho, mas nunca joga sozinho. Ele faz parte de uma equipe. Futebol é jogo coletivo. Só no jogo de ontem o zagueiro Antonio Carlos cometeu dois erros que resultariam em gol se o seu companheiro Jubal não tivesse cobrindo o lance.
Mas a minha indignação maior  é pela falta de sensibilidade, de inteligência, de memória e de reconhecimento quando se escreve sobre um ídolo no Brasil.
Um erro, um deslize e pronto...
Oras, há críticas e críticas, jogadores e jogadores. A escrita e o falar devem ser guiados pela inteligência sensível quando se trata de alguém que merece o nosso respeito.
'Arroubos' de agressividade, críticas sem respeito algum, falas que deixam o reconhecimento envergonhado desses 'alguns' que acreditam poder rasgar a importância de um jogador que está acima da média, que é ídolo, são pura 'violência' contra os seus. 
Porra, vamos ter mais respeito e  amor quando se escreve e fala de quem fez e faz muita coisa pelo Clube, pelas nossas conquistas e glórias.
O nome Dele faz parte da nossa história e isso vocês, torcedores sem respeito, não vão conseguir apagar nunca. Podem espernear, berrar e desrespeitar. Diz muito sobre  cada um de vocês esse comportamento infantil carregado de agressividade e desrespeito.
Vão se catar!!!
Não ouvi nem li nenhum de vocês criticando veementemente a entrada do Tinga (só corre) e muito menos, o jogo fraco do Camacho. E o 'craque' Nino Paraíba? Ah se tivesse o QI tão veloz quanto as suas pernas. Só o Marcos não pode errar e não pode errar nenhuma vez. 
Aliás, antes que eu me esqueça: Estamos nessa situação delicada na tabela porque Marcos é um jogador fraco. Nosso elenco é perfeito! E caso a gente caia (coisa que não acredito), a culpa vai ser dessa 'bola perdida por ele', no meio do campo, no jogo de ontem. 
Banais (do Mal): vocês são desnecessários.
3 contra 300: Vocês são um 'trio' com  voz de derrotados!
Blá blá blá...

sábado, 31 de outubro de 2015

Deixamos escapar a vitória

Foto: Jamira Furlani/Avaí FC

O nosso Avaí deixou escapar a vitória que estava conquistando num jogo encardido e jogado com muita intensidade. Infelizmente num contra ataque do Cruzeiro, Romário não parou a jogada, a bola foi cruzada para dentro da área Avaiana e Damião empatou a partida.
Everton Silva que vinha fazendo um bom jogo teve que sair por lesão já no primeiro tempo e Kleina optou por Tinga. Eu teria colocado Anderson Lopes para que fosse mantida a força no ataque pelo lado do campo do Nino Paraíba (que não acertou uma jogada hoje).
Nosso time jogou com força, intensidade e contou com uma boa partida da sua zaga, do Eduardo Neto e do Renan, e com Rômulo e André Lima jogando muito bem. Rômulo fez um golaço para premiar seu desempenho. André chamou o jogo pra si, teve que vir buscar a bola muitas vezes e lutou até o fim. Camacho ficou devendo um futebol de mais qualidade na meia cancha.
Kleina ainda colocou Marquinhos no segundo tempo e Anderson Lopes, que entrou só após o gol do empate da raposa, mas o placar não mudou.
Com o empate entre Coritiba e Figueirense, o Avaí se mantém fora da zona do rebaixamento nessa rodada. Ufa!
A luta continua!

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

M(+)10

#Raça #Ídolo #Craque #Capitão #Torcedor #SouFã
Os adversários sempre temem quando essa camisa está em campo ('Ispia' a marcação em cima dele nos jogos. Quantos sobram desmarcados?)

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Para além dos gramados

Foto: Avaí FC/Oficial

Na força e na vontade de superação dos jogadores: assim tem que ser os jogos decisivos do nosso Avaí no Brasileirão 2015.
Não é segredo pra ninguém das dificuldades financeiras do Clube.
Conforme dito pelo Presidente Nilton, os salários de agosto não foram pagos na sua totalidade e ontem, venceu o mês de setembro.
O trabalho do Kleina e dos jogadores, em decorrência disso, se estende para além dos gramados, além dos jogos.
Preparação tática, técnica, física e tudo que diz respeito ao trabalho que visa preparar o elenco para os jogos restantes, precisa estar necessariamente ligado a confiança do elenco em si próprio. Transcender as preocupações e expectativas financeiras será necessário.
Nossa permanência na séria A, até o momento, passa apenas pelas mãos (pés) dos jogadores e do trabalho psicológico e de orientação do Kleina e dos líderes no vestiário.
Ter caráter e mais que isso, vontade de continuar mostrando serviço para um Clube que não vem honrando suas obrigações é apostar no futuro de vocês, jogadores. Jogar para ser valorizado amanhã. Jogar para a torcida e para suas famílias.
O jogo em Chapecó sinalizou positivamente esse elenco.
Que a resposta dos jogadores em campo possa ser acompanha por uma resposta rápida e também positiva dos 'cartolas' Avaianos. Façam isso!
A torcida com certeza vai estar lá no sábado empurrando o time na busca da vitória.
Jogo importantíssimo, Avaí!

domingo, 25 de outubro de 2015

Daronco não deixou o Avaí vencer

Sirli Freitas / Especial RBS

Um bom jogo do nosso Avaí.
Uma má arbitragem.
Quando a gente não tomo gols e ainda faz um legal... anulam!
Rômulo jogou muito, nossa zaga se portou bem. Uma pena que a nossa meia cancha criou pouco, pouquíssimo. Mesmo assim nosso time foi superior a Chapecoense durante os 90 minutos.
Dois pontos que podem fazer muito falta no final do Campeonato.
Valeu a entrega e a vontade de todos os jogadores.
Agora é vencer o Cruzeiro. 
Manter a pegada e criar mais na meia.
É possível derrotar a raposa, Leão!

sábado, 24 de outubro de 2015

Sejam épicos!



Nosso Avaí entra em campo amanhã e vai precisar da força e da raça de todos do elenco.
A torcida Avaiana sabe que depende dos jogadores que vestem a nossa camisa uma resposta rápida dentro de campo aos que estão fora dele.
Jogador tem suas limitações, suas qualidades, erra, acerta em campo.
Jogador é contratado por quem forma o elenco.
Os nossos precisam esquecer os contratantes e jogar por si mesmos, por suas famílias, por nós torcedores, pela história que cada um quer deixar escrita.

Tudo mais é 'mimimi' e choro arrependido de algumas 'cinderelas' que perdem o sapatinho cada vez que o relógio bate meia noite ao sairem correndo com a postura de um pendulo que se movimenta de acordo com seu próprio interesse. Essas 'Cinderelas' fazem tudo pelo príncipe, mesmo sabendo que ele é um sapo. Querem apenas estar sempre ao lado de quem será coroado. Mas quando o sapo é desmascarado... Elas vestem nova máscara!

Joga pela tua honra e por nós torcedores, jogador Avaiano!
Tem muita 'fábula' escrita por enganadores e/ou bajuladores.
Sejam épicos!

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Ele chegou e é Avaiano


Chegou ontem na ilha, associou-se ao Avaí Futebol Clube e declarou:
- Todos os caminhos levam a Ressacada. McFly

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

"Jogador de futebol joga por alguém"



Assistindo uma entrevista do Casagrande ele afirmou:
"Jogador de futebol joga por alguém."
Domingo, um dia após derrota para o Palmeiras, alguém morreu em acidente de transito.
Li a notícia.
Na sequência das horas o status no facebook de muitos 'alguém', que sigo porque dividimos a mesma paixão pela Avaí, que esse 'alguém' era Thainã Appel: Uma Mancha Azul. 
No mesmo instante reconheci seu sorriso e ele pintou mais forte a Mancha em nosso coração da mesma cor. O dela parou prematuramente, violentamente em cima de quatro rodas. 
Ela, das arquibancadas, da paixão feminina que deixa o futebol mais belo ao fragilizar-se no seio das que amamentam, no útero que acolhe nova vida, das concebidas Avaianas, foi para um Azul maior. Me solidarizo aquela que a amamentou, me dignifico com ela e me 'avaianizo' ainda mais por ela.
- Todos temos um encontro marcado no teu novo Azul, Thainã. 

"Jogador de futebol joga por alguém":
Joguem alguns por ela, vocês que vestem a camisa dela.
A mancha é Azul porque o nosso sangue jorra salgado, encharca nossa pele e colore nossos tecidos. A lágrima também!


terça-feira, 20 de outubro de 2015

Moralmente inominável



O campeonato se encaminha para a reta final, agora se espera um 'sprint' do Leão, ou que a mística do 'faz coisa' atue em milagrosos resultados. 
O que não pode acontecer, porque  aí nem Nossa Senhora da Ressacada ajuda, é o nosso Clube não solucionar o problema no atrasado do salário. Segundo informações da CBN-Diário, durante o jogo de sábado, o Avaí estaria pagando nessa terça o mês de agosto (hoje já vence setembro). 
Cumprir com as suas obrigações contratuais é necessário e urgente. Não pagar salário é conceitualmente e moralmente inominável. Sabemos que não é fácil. Já 'entregamos' para empresário  jogadores com futuro (Anderson Lopes e Rômulo) e já usamos a grana da desapropriação do terreno Avaiano para pagar atrasos anteriores. Bolso vazio e sempre que entra 'unzinho' vai para colocar salários em dia.  
Não tem como estruturar e fazer crescer um Clube sem planejamento de receita. 
A nós, torcedores, cabe se associar e ir aos jogos. Ao Clube cabe cumprir com suas obrigações de contratante e hoje tem que dar a César o que é de César. 
Ano passado conquistamos o acesso no grito da torcida, na vontade dos atletas e na mística Avaiana (com salários em dia). O que apareceu de pai do acesso depois foi uma grandeza. 
Quem é Avaiano na alma sabe porque subimos: Subimos porque subimos,  Deus tá vendo!

Fabiano Linhares: 
Como o grupo assimila o atrasado do salário?
Adriano (Volante): Primeiro a gente está focado no campeonato, em livrar o Avaí da zona do rebaixamento, fazer uma grande partida domingo. Eu tenho certeza que a diretoria tem pessoas capacitadas, eles estão trabalhando pra isso, para ajudar e concluir essa questão financeira que está atrasada.

sábado, 17 de outubro de 2015

Mais do mesmo

Mais uma derrota e dessa vez em casa para o time reserva do Palmeiras.
Resumo da nossa participação no Brasileirão até o momento:
O Avaí novamente falhou na sua defesa e no ataque só aproveitou uma chance durante o jogo.
Não adianta esperar de onde não tem de onde sair. 
Nós temos um elenco limitado e jogadores que jamais poderiam ser titulares em um time da série A.
"Não adianta gastar vela com defunto ruim".
Além das dificuldades técnicas de vários jogadores, temos um técnico que não sabe escalar o que tem em mãos e muitos menos acertar tanto no tempo das substituições, quanto nos jogadores.
E claro, mais uma vez, outra vez problema de salário atrasado quando entramos na reta final do campeonato. A gente já viu esse filme.
A incompetência dentro e fora de campo tem preço caro, caríssimo!
Vamos rezar para que novamente algo místico nos salve da queda.
Ficou mesmo para ser resolvido por um milagre, novamente.
Se a gente não se ajuda quem sabe os outros nos ajudem.

O Palmeiras?
Jogou pro gasto com seu time reserva e nos ganhou sem ser incomodado.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Faltou convicção e intensidade

Num primeiro tempo igual, mas com o Avaí tendo uma chance clara de gol nos pés de Anderson Lopes que o goleiro do Sport defendeu porque a bola foi fraca, os dois times jogaram nitidamente para empatar.
No segundo tempo o Sport fez o seu primeiro gol e pronto... A coisa desandou.
Um Avaí sem intensidade nos dois tempos, um Kleina sem convicção e uma derrota de 3 a zero diante de um time que jogou de sangue doce.
Assim foi em Recife.
Mexidas equivocadas, time sem pegada, sem vontade de vencer e nos complicamos de vez no campeonato. 
Se o Avaí não jogar pra valer diante do Palmeiras e nos próximos jogos, e se Kleina continuar sem nenhuma convicção nas suas escalações e mexidas... A coisa vai ficar feia.
Um elenco limitado se não jogar com foco e intensidade  e se o seu técnico não souber o que pode esperar de cada um... Fica difícil disputar uma série A.
Uma pena, lamentável essa derrota Avaiana do jeito ela aconteceu.


Hoje: Duelo de Leões Ilhéus



E o Brasileirão volta hoje!
O nosso Avaí enfrenta hoje o Sport e precisa pontuar.
Kleina optou por entrar jogando com Diego; Nino Paraíba, Antônio Carlos, Emerson e Eltinho; Adriano, Renan, Eduardo Neto e Renan Oliveira; André Lima e Anderson Lopes.
Algumas mudanças devido a jogadores que cumprem suspensão automática (casos do Vagner e Romário); a ausência de Marquinhos dá lugar ao meia Renan Oliveira e na frente nosso técnico dá nova chance para André Lima, o cara que vem balançando as redes quando sai do banco. 
Vamos torcer e muito para que o nosso time faça um bom jogo, mas principalmente que nosso Avaí consiga pontuar. O empate em casa com o Vasco passou a exigir isso: pontuar em Recife.
Leão da Ilha do Retiro x Leão da Ilha de Santa Catarina:
- Que o Leão com as garras afiadas e urrando alto seja o nosso!


sábado, 10 de outubro de 2015

Foco total no jogo

Foto: Hermínio Nunes/RBS

Semana de muito treinamento, de replantio do gramado e de foco total no jogo contra o Sport.
Nossos jogadores e comissão técnica tem que estar com o pensamento apenas nesse jogo.
Eltinho, Adriano e Emerson voltam ao time. André Lima pode sair jogando como titular, afinal é esse o cara que vem balançando as redes, e Marquinhos ainda é dúvida devido a seu problema no joelho. Diego entra no gol com a suspensão do Vagner.  Que tal uma meia cancha com Renan, Adriano, Rudnei, Renan Oliveira e Camacho?
Time para ir a Recife e enfrentar de igual pra igual o Sport nós temos. 
Nós vamos torcer por um bom jogo e para que as nossas dificuldades com o 'verde' se dissipem: que a grama vingue e a grana entre.
Amém!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

O gramado vai ser replantado. UFA!

Fabiano Linhares: "Gramado da ressacada vai passar por reforma hoje. Serão replantados 250 metros. Abrange áreas e meio-campo. Só poderá ser utilizado dia 18."

Durante toda a gestão João Nilson Zunino o gramado da Ressacada foi referência nacional. Um orgulho para toda nação Avaiana. Adenir, funcionário responsável pelo gramado, sempre cuidou da grama como se fosse uma 'filha'. O que aconteceu esse ano para que o 'gramado referência' se tornasse um 'pasto' eu não sei. Muito se reclamou do gramado desde o início de 2015, mas o Avaí não deu uma explicação razoável para a queda total da qualidade do gramado e não solucionou rapidamente o problema. Adenir continua lá fazendo o seu trabalho com dedicação e afinco. O que houve? 
André Lima pode ter usado um expressão forte nos microfones (disse a verdade),  mas tenho certeza absoluta que, se vivo fosse, o presidente Zunino usaria nas internas a mesma expressão: 
- Isso aqui está um pasto! (consigo até ouvir a voz do presidente). E claro, já teria cobrado, desde o início do problema, uma correção para o erro.
O Avaí demorou para agir, mas a declaração na mídia do André Lima surtiu efeito e vão arrumar agora em outubro.

domingo, 4 de outubro de 2015

Empate com sabor agridoce

Foto: Jamira Furlani

Um empate com sabor agridoce.
Um gostinho amargo pelo pênalti perdido por Gamalho e uma pitada doce pelo gol do goleador com estrela, André Lima.
Dois pênaltis polêmicos: Antonio Carlos foi sair jogando e perdeu a bola, Marquinhos veio cobrir o zagueiro e ao dar um carrinho a bola bateu na mão do Galego que estava de costas para a gorduchinha; no pênalti a favor do Avaí em cobrança de falta a nosso favor, o árbitro fez a marca da barreira dentro da área, o jogador do Vasco que estava fazendo a barreira dentro da área, na cobrança do Renan Oliveira, colocou o braço na mão. Eles converteram o deles, nós não convertermos o nosso. Árbitro fraco, sem a menor condição de apitar um jogo desse porte. Errou na expulsão do Romário. Que foi agredido e não revidou e deu apenas 5 minutos de acréscimo, só durante a parada para a cobrança do pênalti a nosso favor, o Vasco tumultuou e parou o jogo por 5 minutos.

O Avaí não jogou bem o primeiro tempo e achei que Kleina  demorou muito para colocar André Lima no jogo. Esse cara tem faro de gol. Lamentei também Marquinhos não estar mais em campo na hora do pênalti. O Galego pode sempre decidir um jogo e seria o cobrar oficial. 
Ficou a sensação que pelo que jogou o nosso time o empate foi bom, e ficou a certeza de que mesmo não fazendo uma boa partida no primeiro tempo o Avaí poderia ter virado o jogo no segundo.
Nunca é bom empatar ou perder em casa para um time que briga pra sair da zona. Infelizmente hoje nossos laterais não colaboraram no ataque e nossa meia cancha estava frouxa. Renan teve que se virar sozinho no começo. Confesso que não entendo a insistência em Eduardo Neto. Não acrescenta nada, não muda nada, não fede nem cheira. 

P.S: Uma pena a falta de solução, a muitos anos, na duplicação da rodovia que leva a Ressacada. Novamente o transito impediu a chegada de muitos torcedores ao estádio. Que descaso!