domingo, 25 de setembro de 2011

Moça de recados

Hoje não me importo de ser a moça de recados.
Hoje só me importa fazer qualquer coisa que possa ajudar o Avaí.
(Torcer? Claro, isso nós avaianos sempre faremos.)
Mas me deu vontade de mandar um recado. 
Um recado para os jogadores, comissão técnica e dirigentes do nosso Avaí:
- AINDA TEM MUITO JOGO PELA FRENTE!

A torcida pode chorar, reclamar e lamentar as derrotas.
Mas os profissionais não! 
O Clube tem que lutar enquanto a matemática permitir.
A comissão técnica e os dirigentes precisam reconhecer os problemas, buscar as soluções, absorver as criticas, assumir seus erros.
Decifrar as palavras e as letras que estão escondidas nos 'us' da vaia que sai da boca dos amantes na direção do amado Clube.

Jogadores devem buscar forças no grupo (união) e na história do Clube.
Ao vestir a camisa, o escudo deve encravar raízes em seu peito. 
Jogar com a "faca nos dentes", lutar até o fim.
Porque a torcida avaiana, a Camisa 12, merece isso.

Um último recado (esse é financeiro):
Vamos parar de "chamar" a Torcida pro jogo, com uma "voz" que ela não reconhece.

(Nota: A partir de agora, só vou escrever sobre os jogos. Meu recado está dado)

9 comentários:

Wilson de Almeida disse...

Acabou. Palavras agora já não adiantam mais.

Caímos.

Yan disse...

Grande Wilson, simbolo do torcedor descrente, já brother, temos 4 jogos decisivos ainda, na hora que a matematica estourar daí choraremos juntos, enquanto isso NÃO SOU igual a VOCÊ, o teu "AMIGO" o AVAÍ merece uma PARCERIA melhor q a tua... não quero arrumar discussão, tão pouco uma inimizade, só não concordo com esse tipo de torcedor.
ABRAÇO

GiSevero disse...

Yan, estamos juntos até o fim. Concordo contigo.

Vamos nós que acreditamos, porque desses que só querem saber das alegrias a gente nunca precisou mesmo.

sds,

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Complicou mesmo, Kaká! Foi lamentável ver um time sem tesão ontem. A vitória era crucial, e mais uma vez deixamos escapar. Falhas individuais? Sim, mas não só isso. Faltou garra mesmo, garra de quem quer permnanecer na elite. Enquanto ainta tivermos chances eu vou acreditar, como sempre acreditei, irei em TODOS os jogos, até o último minuto do último jogo do campeonato, estarei lá, incentivando e apoiando meu time do coração.

O que não pode acontecer é a humilhação que sofri ontem porm um VERME, um INEPTO FARDADO da PM, que me agrediu pelas costas, covardemente, com uma tonfa, onde tive uma lesão na perna (canela) que está enfaixada me causando muitas dores.

POR QUE ACONTECEU ISSO???
Vou responder:
Prá que não soube a "torcida" do GRÊMIO por volta dos 30 minutos do 2º tempo começou a jogar PEDRAS (objetos plásticos, sinalizadores, e até uma cenoura... esta deveria ter entrado escondida no CÚ de algum GAYúcho, com certeza...) na torcida do Avaí. Eu estava com minha esposa e meu filho de 4 (QUATRO) ANOS, sentado ao meu lado e uma dessas pedras quase nosa atingiu. Fui na direção dos policiais que separavam (desorganizadamente) as duas torcidas pra justamente reclamar que os GREMISTAS estavam jogando pedras e tal, foi quando esse PORCO FARDADO, esse ANIMAL, essa VERGONHA de policial, sem saber o que eu estava CONVERSANDO com outro policiaL, me atingiu VIOLENTAMENTE na perna, por trás, mostrando um total despreparo emocional e funcional.

Só gostaria de perguntar 2 coisas:

* Prá quê jogar pedras/objetos em torcedores adversários, sendo que somos todos seres humanos, pais de família que estão ali apenas torcendo por seus clubes ???

* Por quê um POLICIAL (???) se acha no direito de espancar uma pessoa covardemente, quando eu estava apenas conversando e reclamando (e com razão) que esatavam jogando pedras em nossa torcida???

Kaká e amigos: Minha tristeza maior é que meu filho de apenas 4 anos, ontem foi pela 1ª vez a um estádio de futebol prta assistir o time que ele tanto AMA, E CHOROU muito, pois assistiu o pai sendo espancado por um policial...

Será que meu Dudu vai querer voltar ao estádio depois disso???

Triste e decepcionado!

*como não tenho mais o que escrever hoje, vou de ctrlc+ctrlv em todos os blogs, infelizmente...

Kk de Paula disse...

Dinho, imperdoável a atitude desse policial. Está na hora de a corporação preparar melhor seus homens. Ou qualquer um pode ser polícia?
Desrespeito, falta de preparo.
Acho que teu filho não vai mais querer ir ao campo. Ver o pai apanhar porque foi conversar a respeito de seus direito, é inesquecível.
Quer dizer então que podem jogar coisas mas não se pode ir conversar com um policial?

Anônimo disse...

Em relação ao assunto do Dinho, lamentável aliás, é a covardia desses senhores que retiram os nomes das faradas quando estão na Ressacada numa clara atitude de má fé!

GiSevero

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Kaká e Gi: na entrada, a garrafinha de água (de bichinho!) do Dudu NÃO PODE ENTRAR, tivemos que deixar ele com sede, e a garrfinha ficou la na lanchonete. Agora e as PEDRAS E OBJETOS que os GREMISTAS jogaram, isso pode entrar??????

O Avaí precisa URGENTEMENTE entrar em acordo com a PM, pois ano passado a Torcida do santos quase invadiu a area do Avaí.. ira dar morte, ainda bem que contiveram... O espaço que divide as torcidas é RIDÍCULO e com POUCOS POLICIAIS (???)

Jair/UFSC disse...

Prezada Kaká,
Penso que está na hora da torcida comparecer a um treinamento e mostrar que nós, torcedores, ainda não desistimos. Mostar para os jogadores que se cairem cairemos com eles,mas jamais deixaremos de dar nosso incondicional apoio.
Abraço!