domingo, 4 de setembro de 2011

E quando o Lincoln for bem marcado?


Os jogos do Avaí diante do Figueirense e do Flamengo nos permitiu vislumbrar uma nova postura tática. Lincoln entrou como um “maestro”, qualificando a saída de bola e permitindo que outros jogadores pudessem mostrar um melhor futebol.
Claro que os outros também viram isso. Lincoln será marcado. Lincoln foi marcado no jogo contra o Atlético MG.

Quem chamou pra si o jogo? Ninguém.
Lincoln suou a camisa, se movimentou, tentou. Faltou um companheiro. Um jogador que soubesse tirar proveito da forte marcação sobre o nosso meia e mais livre, já que a marcação estava toda sobre Lincoln, soubesse criar um “caminho” rumo ao ataque.

Romano e Arlan presos. 
Diogo Orlando e Acleisson não sabem fazer isso. Nenhum tem qualidade nos passes. 
Pedro Ken é um “tímido” inveterado e gelado. Alguém precisa “sacudir” esse jogador.  Fazer com que ele sinta, se empolgue com o jogo.
Robinho.  Robinho poderia, deveria ter sido o cara a chamar o jogo pra si. Não o fez!
Dinelson entrou, não o fez.
Cleverson entrou muito tarde.
Vamos precisar resolver esse problema de criação. De qualidade nos passes.
Claro que temos outros problemas. Bola nas costas do Romano; Dirceu cometendo erros na zaga; volantes como Diogo Orlando e Acleisson...
Trabalho, mais trabalho. Muito trabalho.

3 comentários:

Serjão Jr disse...

Lincoln em parte tem sua culpa. Com sua super exposição na mídia chamou para si os holofotes. Após sua inoportuna participação em rede Nacional, com certeza não terá mais vida fácil. É bom que jogue muito mais que vem jogando para fugir da implacável marcação, caso contrario, sera apenas mais um jogador.

daniel disse...

Ah vc tá de brincadeira dizer que o lincon jogou bem ontem, ai ja é ser puxa demais.perdeu todas as bolas veja o repley depois comente.Ele joga muito mas ontem deixou a desejar.

Kk de Paula disse...

Daniel, eu disse que ele jogou bem? Eu disse que ele tentou.