quinta-feira, 29 de setembro de 2011

A Alma azul escancarada


 ''Porque quem ama nunca sabe o que ama, nem o que é amar... Amar é a eterna inocência, e a única inocência é nao pensar...''


Tentarei estar presente, juro que tentarei.
Tenho necessidade de participar desse ato enlouquecidamente inocente.
Desse "tâmu junto",  que escancara ridiculamente o amor da alma avaiana por seu Clube. 
Mas deixo com a palavra Fernando Pessoa que soube escrever como ninguém sobre esse "ridículo":
"Todo poema de amor é ridículo. 
E qual será a realidade de quem não o sente assim?
E por que será ridículo? E se for! Será enfim!"



2 comentários:

GiSevero disse...

Quem sabe o que é nosso amor em AZUL E BRANCO, sabe o que a gente sente amiga.

Quem vive de instinto animal ainda não alcançou essa plenitude...

VAMOVAMOVAMO LEÃO!

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Por isso nosso slogan é:
Paixão Prá Toda Vida!

Vamo Vamo Avaí!!!