segunda-feira, 19 de setembro de 2011

2010. O ano que não terminou


Ama-se a vitória difícil, porque a derrota lhe preenchia quase todo o espaço possível.”

Eu sei que com o atual momento do Avai no campeonato brasileiro, alguns torcedores acham piegas e fora da realidade continuar acreditando.
Escrever textos que encontre culpados é mais fácil.
E não duvide, eu sei fazer isso se quiser.
Caçar as “bruxas”, achar os culpados, entregar suas cabeças a guilhotinas.
Hora, até mesmo a Revolução Francesa mãe da Liberdade, Igualdade e Fraternidade decapitou.
Não pense que eu não gostaria de estar decapitando algumas cabecinhas por aí.
Não se iluda comigo, não sou tão ingênua assim.
Mas não vou tomar o caminho da 'decapitação', da lamina julgadora que separa a cabeça do corpo.
Não! 
E esse não, é porque acredito que as cabeças nesse momento, todas, precisam estar no lugar. Primeiro porque cada um tem que estar consciente das ações que precisa tomar. Torcida, jogadores, dirigentes. E segundo, porque ao findar o ano, independente de onde estivermos, todas as cabeças sem exceções, vão precisar sentar os corpos que as sustentam para uma longa e proveitosa conversa. Para  que esse ano termine nele mesmo. Que não se estenda além de seus dias. E terceiro, uma cabeça cortada por lamina, é e sempre será menos um de nós. 

2010 foi um ano que não terminou, ele se reflete em 2011. 2011precisa terminar.
Nós sabemos que podemos fazer diferente. Melhor.
No início de 2010 deixei o Conselho porque não fui ouvida.
Errei!
Por isso voltei.
Descobri que posso sempre continuar tentando me fazer ouvir. E que uma derrota não me fez desejar cortar cabeças. Posso com mais outros tantos, mudar o que não conseguimos nesse ano que não terminou.
Ser avaiano hoje, nos exige permanecer com a cabeça no lugar. Porque todos sabem, as cabeças podem ser e estar diferentes, mas os nossos corações são todos iguais. Azuis.

10 comentários:

Yan disse...

Kk visse o comentario do advogado la no meu post, acho que a diretoria não pensa que todos queremos o MELHOR e sei que tem varios blogueiros mais radicais que eu, não entendi já recebesse algo parecido ou algum blog que saibas ja recebeu?valeu...

renato prates disse...

cara kk tbém como voçe ja fui conselheiro,mais não me arrependo de a dois anos e meio atraz ter saido. como voçe tbém era pouco ouvido, mas o q me fez sair foi ter dectado que naquele momomento o interesse da nossa diretoria era apenas o negóçio ,transformando o clube em uma vitrine para exposição de mercadorias, prinçipalmente a do" parçeiro" ficando o time em segundo plano.Quanto a recuperação no campeonato passa pela escalação que não posso acreditar q o nosso técnico com toda sua experiençia no futebol continue escalando dois zagueiros a apenas um volante de marcação para proteger nossa fraca defesa .precisamos primeiro não tomar, pois nosso trio de ataque vai fazer um.

Kk de Paula disse...

Renato, concordo contigo, precisamos de 3 zagueiros e 2 volantes.

Kk de Paula disse...

Yan, já li no teu blog. Não conheço nenhum Dimas que trabalhe no jurídico do Avaí. Acho que é fake. O comentário dele não se sustenta.

Yan disse...

Po valeu Kk leigo, to aprendendo sobre os blogs, e um mal intencionado desses, sacanagem...
Se quiseres podes apagar todos meus comentarios inclusive ESTE, já o fiz com o do fake e so deixei o seu como esclarecimento, agradeço pela atenção,é sempre bom receber ajuda...

um abraço Yan de Abreu

Kk de Paula disse...

Yan, dá bola não.

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Excelente post, Kaká!
Sintetizaste o que penso também!
Por isso teu blog está entre os meus favoritos!

Serjão Jr disse...

2010 foi um ano que não terminou, mas que em nada serviu de exemplo. Sou realista, o time até agora nao convenceu, mas como Avaiano, enquanto houver chances matematica, acredito sempre.

GiSevero disse...

Nosso amigo #fake sumiu, visses? ahahahahahahaha

Kk de Paula disse...

hehehehehe, daqui a pouco aparece com outro nome.