terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Saco vazio não para em pé


“Saco vazio não para em pé.”
Quando se trata de política de Planos de Sócios para socialização dos custos, não falta profissional pra defender com galhardia e pose de dono da verdade, a “filosofia do Clube”.
- “Esses são os números, não podem ser mudados”.

Mas os “remadores do navio” escondidos nas galeras, que com seus braços são o motor que faz todos os dias a embarcação rasgar o mar e seguir em frente, esses são os primeiros a ficar sem a socializada ração.
Se o timoneiro acha que os remadores não pensam, ao menos tem a certeza de que eles comem?
Mas aqui não há escravos, e com certeza os braços mais fortes vão largar o remo e buscar novos mares. 
E os braços mais fracos, cansados e com amarras?
Não é só o jogador, o funcionário e a torcida que precisam vestir a camisa. Não mesmo!
Estão descamisando vários dos nossos que sempre vestiram a camisa.
A esperança é que muitos deles são de pele azul, e continuam remando.
Já esvaziaram o estádio, a nossa casa. 
Agora se não cumprirem com as obrigações salariais, entreguem o comando antes do navio afundar, e  paradoxalmente o saco vazio encheu. Saco cheio!

6 comentários:

Adriano Assis disse...

Que seja resgatado o respeito pelos funcionários do Clube!

George disse...

É lamentável a notícia - e nem é pelo fato de ser no Avaí, mas sim em relação ao trabalhador e seus compromissos agendados.
Abraços.

Anônimo disse...

Pois é, o Avai é pequeno é desorganizado, mais as barbies também atrasaram o salário o ano passado e nem por isso a imprensa e sua torcida sairam por aí falando mau. O Fla, o Vasco, vários clubes do Brasil. Eu quero que meu primo assuma o Avai, o Eduardo Gomes como Presidente, mais é muita cornetagem, muita pegação de pé, com pressão assim não fez time, tampouco se organiza nada. Fernando

Kk de Paula disse...

Fernando, apenas escrevi minha preocupação com os funcionários do Clube. Eduardo Gomes sempre terá crédito na nossa torcida. Particularmente acho um excelente nome.

Fábio Makowieski Flora disse...

Ontem escutei uma entrevista excelente do Rene Simões, rádio CBN (nacional), dentro de um programa que passa após a voz do Brasil.
Além de um bom treinador ele é um cara com experiência e uma visão não só no futebol, falou de economia, crise mundial, onde afeta dentro do esporte...
Num certo momento ele falou que "infelizmente salários atrasados no futebol brasileiro é normal. Isso acontece em quase todos os clubes."
O normal dele foi em tom de ironia.

No fundo quem acompanha futebol sabe disse, vide casos do vasco e flamengo que estão estourando na mídia.

Com tanta grana que rola no futebol não deveria existir isso.
Um guri de 19 anos ganha 3 milhões POR MÊS no SANTOS.
No inicio do ano escutei o Zunino falando numa entrevista que jogador do Jrs do Avai não aceitam ganhar menos de 5 mil por mês.

Enfim, funcionários do Avaí merecem respeito, pois quem trabalha tem que receber seu salário, e esses absurdos e desigualdades deveriam acabar.
sonhador né?!

Paulo disse...

Acho que o homem da mala, errou tanto no ano passado, e também no anterior, e estes erros foram anunciados com antecedencia em todos os blogs.....e agora, tereria mais uma mala para resolver o problema ??? é muito para a cabeça do torcedor.....e coitado do funcionario...pois o uiliã foi embora, o lincou tambem, o gabriel finalmente não se ouve mais seu nome...mas os funcionarios estão lá, dependendo da socialização das cagadas....