quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Basear nas bases


Volto a escrever sobre minha preocupação com as categorias de base do Avaí.
Aqui onde se forma o jogador de amanhã.
Nada tem nos chego de frutos dessa “plantação” que todo o Clube deve tratar com cuidado extremo.
Os resultados na Copinha refletem sim uma pontinha dos erros e desvios que a base, não só do Avaí, mas de vários outros Clubes, vem cometendo onde deveria estar o grande acerto.
Empresários e dirigentes encrustados, enroscados em papéis com números utilizam a estrutura dos Clubes para comandar e negociar esses que raramente vão defender as nossas cores no profissional.
Um enorme erro obviamente, com consequências desastrosas no presente e catastróficas num futuro breve.
É urgente que se reestruture a administração das categorias de base.
Se não for assim, onde vamos nos "basear" para poder formar um bom e competente time profissional?
Tem dirigente Brasileiro que deve achar que esse atual time do Barcelona é só um milagre.

4 comentários:

Igor sausmikat disse...

aliás esta preocupação ocorre em tudo quanto é time,não valorizam as categorias de base e quando valorizam,jogam tudo pra empresários caras de pau!
Abraço
Igor
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com/ e no twitter @blogdoigor05

Anônimo disse...

arregona não pode falar nada

Dinho L V disse...

Admiro o trabalho que é feito nas bases de times como o São paulo, Santos, Flamengo, Inter e outros, onde todo ano surgem novos talentos. Infelizmente, em nosso clube, os dirigentes não pensam dessa maneira, e todos saímos perdendo.

Kk de Paula disse...

Galera dos sem nomes, já sei o IP de todos, depois não adianta reclamar.
Ok meninos e MENINAS???