sábado, 5 de fevereiro de 2011

Castiel e suas balas de festim

Castiel, lembram dele? Voltou a sua bateria de balas (de festim, claro) contra o nosso time.
Primeiro fez um post dizendo que em matéria de time, os jogadores barbies dão de 9 x 1 em nós.
Hoje escreve um post sobre o Marquinhos. Cheio de nuances e dicas venenosas para a arbitragem. 
Tipo: - Fiquem de olho no galego.
Depois no mesmo post, como se fosse um cavaleiro do Apocalipse, profetiza sobre as consequências de um mal desempenho do galego no clássico.
"Ixpia" o que o istepô escreveu:

"Veja: se Marquinhos não jogar nada, sucumbir à marcação e o Avaí perder o jogo, a nação avaiana terá levado um direto na ponta do queixo e caído desacordada. Para reerguer-se do nocaute e renascer no segundo turno será mais difícil ainda."

Mas quando, em que momento da história do nosso Clube, esse senhor vindo dos pampas, viu a nação avaiana ser nocauteada? Que já levamos direto no queixo, sim já levamos. Mas a capacidade de absorção de golpes da nossa torcida, é histórico. Jamais "dobramos o joelho" (como ele insinua que Marquinhos faz, nesse mesmo post), jamais precisaremos "renascer", porque nunca, nunca, nunca morreremos.
Ter um craque é a nossa garantia, não por um jogo, mas por um título. Garantia da torcida avaiana e garantia para o nosso ídolo, pois nós o sustentaremos, o perdoaremos quando ele "não jogar nada". Sabemos reconhecer os nossos, Marquinhos é eterno!
Portanto,  essa bateria virada para o lado do nosso craque e para o nosso Clube, tem mesmo balas de festim. Faz barullhinho, mas não nos derruba nunca.

Castiel: Vai catar coquinho no Guaíba!

3 comentários:

Mausé disse...

KK, por favor, não dê eco a esse imbecil, que se cair de quatro será encilhado na hora! Ele quer é isso, é Ibope. Gêlo nessa bichona!

Kk de Paula disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! tu disse tudo, mô quirido!

Mauricio disse...

KK, esse ai é um "M..." um "FDP...", temos que mandar ele pra "Casa do C..." Essa BICHONA ROSADA nunca que deveria de ter saido do bucarco dos pampas onde nasceu.