terça-feira, 27 de março de 2012

Meninos, eu não vi!


Meninos, eu não vi!

Não vi em campo o time que iria ser campeão do estadual 2011
Não vi em campo o time que iria permanecer na série A
Não vi em campo um time com 11 titulares nesse mesmo ano.
Não vi em campo uma defesa de confiança.
Não vi o meu time sair da zona de rebaixamento desde o momento em que entrou nela.
Não vi um bom técnico na casamata
Não vi boas contratações nas centenas que foram feitas
Não vi uma equipe competente na administração e gerência do futebol

Em 2012 continuo sem ver nada, 'meninos que prometem'.
Quero, e preciso voltar a ver com inteligência, para 'além' das promessas.
Nesse 'além' tem almas penadas.


Começo a me questionar. 
Há dúvida, meninos: - Me encontro consciente, nesses "encontros" com vocês?
A capacidade de ver o que está acontecendo sem fugir da realidade, me escapou.  Porque não consigo ver nada, na minha real vida de torcedora, desde a metade de 2010.

7 comentários:

Anônimo disse...

esse eh o bvai, rumo a extinção!! kkkkkkk

Kátia De Paula disse...

Desse mal não padecemos.
Vamos sobreviver com certeza.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

O anônimo está certo. O primeiro passo é convocar torcedor a não ir ao estádio.

Kátia De Paula disse...

Mas o estádio é a nossa casa. Precisamos e podemos apontar erros, vaiar, discordar, aconselhar, mas nunca deixar de frequentar a nossa própria casa. Aí, é abrir as portas para o inimigo.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Exatamente. É essa a tese que eu defendo. Convocar público zero é o primero passo para nossa falência completa. Se não marcarmos território, todo o resto de nada vale.

Kátia De Paula disse...

Concordo contigo, Aguiar.

Raniere disse...

Lugar de torcedor é no estádio. E de barbie anônima é no curral do estreito.
Grande abraço.