terça-feira, 6 de março de 2012

Gravidade e Paixão


Está chato escrever sobre o Avaí.
Ao menos pra mim.
Minha “pena” tende para textos apaixonados, carregados de sentimentos do jogo e pelo jogo.
Tem sido difícil me dar á alegria de escrever sobre o futebol jogado, sobre um ídolo Avaiano, sobre uma conquista exercida com brio e bravura.

A paixão necessita de emoções verdadeiras, mas impostas. Sim, impostas por uma força que conhecemos.
A paixão pelo futebol tem cores, hino, escudo, camisa e uma torcida que é seu combustível. Ela é uma onda que nos arrasta conscientes, e exige entrega total.
 Mas alguns segmentos segmentados e enraizados dentro do nosso Clube nos “rouba” descaradamente, todos os dias de uns dias pra cá, um pouquinho de nós mesmos.
Nós, os apaixonados Avaianos.
Os vazios e as notícias da Ressacada retratam os desmandos, os enganos e enganadores que usam de força maquiada. Maquiada por culpados inocentes e nos sugam; junto com esses, com a força dos buracos negros.
O que orbita nessa via láctea será necessariamente sugado, se a gravidade imposta conseguir ser mais forte que a própria paixão Avaiana, que nos impomos todos os dias das nossas vidas por amor.

7 comentários:

FRPereira disse...

10 anos de JNZ é muita coisa pra cabeça de qq avaiano. JNZ, antes que o ano acabe, pede pra sair!! Para o bem de todos...

Adriano Assis disse...

Minha esperança é de ser mais forte depois desse mar de tristeza baixar... O que restará de nós, é a pergunta!

Anônimo disse...

torcer para o bvai eh um castigo mesmo kkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Deixa que eu vou no estádio ver o time e tentar não vaiar, se for, só no final do jogo. Mais tem uma grande opção, ficar em casa jogando banco imobiliário. Para, o momento do Avai é para verdadeiros Avaianos, lógico que a coisa não está boa, mais não vou fazer joguete de RBS e cia. Estes mesmos que hoje chutam o pau da barraca, amanhã se o Avai subir para Série A, vão estar aqui, na maior passionalidade, dizendo maravilhas do time. Eu acho que esse pessoal gosta é de desgraça, quanto pior melhor. Fernando Avaiano.

Anônimo disse...

Fale sobre futebol, sobre assuntos interessantes, só sabem criticar, tem a bíblia do Miguelzinho e da RBS na cabeçeira.Falem sobre o time, sobre a vinda do Caja e do Caio que não está totalmente descartada. Quando acabar o Paulistão, o Avai vai catar mais alguns jogadores para reforçar o time, mais eu já disse, a zaga é bem razoável. Talvez um volante de contensão que tenha um bom passe, um meia de ligação, quem sabe não pode estar até dentro do grupo (Saldanha/Palhinha) e 1 centro-avante matador. A propósito, aos adoradores do baixinho, se lembra o que ele disse do Rafa Costa, o cara não entende nada de futebol, hoje é o artilheiro do campeonato, na frente do Aloisiozinho deles. Sou Avaiano e sempre vou continuar sendo, independente de série. Fernando Avaiano.

Alexandre Carlos Aguiar disse...

Fernando, a questão é: a quem interessa tanta crítica?
O sujeito é crítico porque tem natureza contestadora, ou por algum interesse, um emprego à vista não conseguido, um ex-presidente que paute seus comentários, ou quem sabe uma briga interna com o presidente Zunino? Hein!
São tantas emoções.

Kk de Paula disse...

Eu vou aos jogos! #SempreAvaí