domingo, 28 de novembro de 2010

Ainda escuto a voz da nossa torcida

Estou sem palavas.
A torcida avaiana me calou e calou fundo no meu coração.
Nunca mais vou esquecer esse domingo.

Cheguei na Ressacada às 12:30, para comer um churrasquinho com meus primos.
Entrei no estádio às 15:30 e juro pra vocês, ainda nesse momento não saí dele.
Meu espírito ainda está lá. Ainda vagueio apaixonada por sobre o gramado avaiano. Ainda escuto a voz sem dono, de toda uma torcida fiel até o último segundo, ainda de joelhos, percorro o gramado com o nosso capitão Emerson, ainda chuto as bolas com o Caio.
Caio o predestinado.
Caio, a alma em sincronia com todos os nossos.
Caio foi Emerson, foi Patrick, foi Rudinei, foi Emerson Nunes, foi Bruno e Renan, foi Eltinho e Vandinho, Robinho e Davi, foi Danielzinho e Batista, foi Kátias, foi Marias, foi Joãos e Josés.
Caio foi avaiano, Caio transformou em gols, a força da torcida e do time. Caio resgatou os erros e dessacertos de 2010.
Caio não caiu. Caio não nos deixou cair.
Mas Caio hoje, é o nome de todos nós. Caio transcendeu o singular, hoje ele foi plural.
Hoje temos todos o mesmo nome: Caio!
Onde estão os anonimos que comentavam nesse blog?


Emerson, eu te adoro! Emerson tu sempre fosses o meu ídolo. Emerson, muito obrigada!

Emerson e sua amada, Renata.
Foto: J. Furlani

3 comentários:

RODRIGO disse...

Parabéns pelo seu belo texto, voce resumiu o meu o nosso sentimento. Ainda estou em êxtase total, esse "avai faz coisa". Que em 2011 não precisemos passar por esse sufoco, mais uma certeza fica: AVAI FUTEBOL CLUBE é mais que um clube de futebol, é uma religião!!!

Paulo disse...

Ainda bem que 2010 agora já é passado, temos que seguir em frente e não repetir essa campanha vergonhosa. Essas últimas 3 rodadas não nos fazem lembrar nem de longe as boas atuações da era delegado, antes que forças estranhas agissem. Forças essas até hoje não explicadas, totalmente, pois deduzimos as farras e a esbornia diária de alguns jogadores. O que lamento é o fato de os jogadores de bem não terem tomado uma atitude e apoiado o delegado, exigindo da Diretoria a dispensa dos culpados. Agora é rezar pra barca passar e levar esses malas, torcer para a diretoria entender que ingressos acessíveis levam mais torcedores e aí com um bom time fica difícil nos vencerem na Ressacada. A ordem é contratação e planejamento já, incluindo aí um bom técnico de série A, e pelo amor de Deus sem apostas em grandes jogadores machucados, pois o milagre de Léo Gago só acontece uma vez na vida. Força Leão!

Kk de Paula disse...

Paulo, com certeza vou postar muito sobre os erros de 2010, aqui no blog.
Pode esperar.