domingo, 31 de julho de 2011

Sou tão avaiana, pai

Meu pai.Goleiro do Avaí
Papai, hoje estou indo para Ressacada.
Meu irmão não vai, está viajando.
Teu neto vai.
E tu nem o conheceu.
Avaiano.
Mamãe fica em casa rezando.

Papai, por favor, não nos deixe chorar.
Eu lembro, tu sempre me ensinou...
Nós podemos perder.
Não temos pensado em outra coisa.
Por favor, eu sei perder.

Nem todos sabem disso.
Mas quero ganhar.

Eu sei, é um jogo.
Pai.
Estou indo para Ressacada.
Me dê sua mão.
Meu goleiro,defenda-me.
Sou tão avaiana.

6 comentários:

Dinho 音楽、愛、平和と信仰 disse...

Me emocionei.

Mariana disse...

Lindo o texto Kk!!! Beijos

vilzete disse...

Lindo mesmo ...

Renata disse...

Lindo demais chorei...

Anônimo disse...

Um Pai sempre faz o impossível pra atender o pedido de uma filha!!!
Mto Lindo o seu pedido!!! Teu Pai e o Papai do Céu não tinham como não atendê-la. Nós Avaianos agradecemos!!!

Norton Lunardelli

Larissa Poeta disse...

Quase que me chorei-me toda! Dax um banho kk! ADORO!!!!