domingo, 31 de outubro de 2010

Coração de Leão

Como eu disse no post anterior, os jogos agora são para os fortes. Os fortes torcedores avaianos, que mais uma vez, empurraram o Leão pra cima do seu adversário.
O que queremos daqui pra frente são vitórias. Já não nos cabe escolher esquemas táticos, o melhor em campo ou o pior jogador do jogo.  Vencer sem convencer já não deve nos incomodar, esse papo fica pra depois do campeonato, para o final do ano.

Ontem os "fortes" sócios e pagantes que compareceram a Ressacada, tornaram possível três pontos na tabela.
Será assim, daqui pra frente, uma luta sem armas, sem generais, sem estratégias. Será a luta dos que se aventuram a entrar na batalha com o coração de leão, com as armas da paixão, com a louca coragem doentia dos heróis: os Avaianos. Mais uma vez, a torcida avaiana venceu um jogo.

Avaianos, só nós comandamos esse Leão, conosco e por nós ele luta.
Os jogadores sabem disso, eles ouvem o pulsar dos nossos corações, eles sentem até quando nosso coração parece que vai parar de bater, quando esperamos o término dos acréscimos e o jogo está  1 x 0.
Agora não temos escolhas, cessaram nossas preferências por esse ou aquele jogador. Agora é o Avaí.
É Ele que nós amamos. Os homens que vestem a nossa camisa já sabem disso.

2 comentários:

Anônimo disse...

Torcedor Eterno 196

Concordo com seu comentário, daqui para frente será uma "Guerra", e como toda guerra temos que lutar com todas as armas disponíveis e uma que na maioria dos nossos adversários utilizam é a "Arbitragem” a seu favor. Não adianta reclamações após o fato consumido (Penalidade máximas não existentes, impedimentos não marcados, cartões, expulsões contra ao Avai) A próxima partida será contra o Corinthians, se o Avai “ ameaçar “ durante a partida e se porventura o placar lhe for favorável, podem ter certeza que o “juiz” vai vestir a camisa do Corinthians. O que armas o Avai deve utilizar, “Prevenir é Melhor do Que Remediar”, portanto “Botar a boca no Trombone”, Diretoria, Técnico, Jogadores, através de entrevistas bater na tecla que a arbitragem tem sempre a tendência de favorecer os times considerados “grandes” em detrimento as equipes consideradas “médias” e com o Corinthians não vai ser diferente


Torcedor Eterno 196

Kk de Paula disse...

concordo contigo, totalmente!
Torcedora Eterna 058