segunda-feira, 4 de abril de 2016

"Nilton vai sair. Só resta saber quando." by Fábio Trierveiler

Foto: Divulgação Avaí FC

"Nilton vai sair. Só resta saber quando." por Fábio Trierveiler / ESPN/UOL/AVAI

"Era sexta-feira, horário de almoço. Em um tradicional restaurante de Florianópolis, um grupo de ilustres avaianos se reunia com a atual diretoria azurra, procurando soluções para a fase terrível do time da capital de Santa Catarina.
Eles nem imaginavam que dois dias depois o time perderia para o Brusque, chegando à sua sexta derrota consecutiva na competição, mas já exigiam mudanças drásticas na direção do clube. Era o "soco na mesa" que estava faltando.
A tropa de elite, formada por Tullo Cavallazzi, Eduardo Gomes, Waltinho Koerich, o próprio presidente Nilton Macedo Machado e outros notáveis avaianos que dispensam apresentações, traçava a solução para a saída da lama.
No plano, exige-se o afastamento do atual presidente e vice-presidente do Leão da Ilha. Nilton Macedo, aliás, sabe que a melhor decisão é o seu afastamento ou renúncia: é o melhor pro clube, onde sua situação é insustentável, para sua empresa e também para sua família, que há tempos já pede publicamente por sua licença.
Mas quem assumiria? Já há um nome que vem sendo guardado a sete chaves para disputar nova eleição visando um "mandato tampão". O perfil lembra muito ao do ex-presidente Zunino: avaiano acima de qualquer suspeita, empresário bem sucedido e bem relacionado com outros grandes empresários. Seria a solução para sanear o clube s curtíssimo prazo, arrumar a casa e corrigir o curso de decisões equivocadas da atual gestão.
O positivo é que toda esta movimentação dos bastidores não está sendo tramada pelas costas da atual diretoria: Nilton e Battistotti estão sendo envolvidos nas discussões e nas decisões. A sensação que este grupo de avaianos passa é que, em vez de apontar erros, estão dedicando tempo e esforço para encontrar as soluções.
Esperamos que estas sejam as melhores decisões para que o Avaí Futebol Clube volte a ser aquele glorioso esquadrão que o torcedor se acostumou a ver, e não este clube que ano após ano enfrenta seríssimos problemas dentro e fora de campo. O torcedor avaiano está cansado de lutar pelo rebaixamento. Já passou da hora de voltarmos a brigar pelas conquistas que fazem parte da nossa rica e quase centenária história."


Um comentário:

Leandro disse...

Bom dia, que esta noticia seja verdadeira.
a vergonha chegou ao limite.
Será que as pessoas que tem algum poder sobre as decisões do clube, vão deixar o Avai se acabar??? ou vamos virar um time de futebol amador...