domingo, 30 de janeiro de 2011

"Preguiça mental"

Aos menos o jogo de hoje o Avaí merecia vencer. Um pequena melhora com relação as outras partidas, aquelas nos merecemos perder mesmo.

Um primeiro tempo de pura força, o gramado ruim não permitia jogadas mais técnicas e o Avaí inteligentemente se adaptou rápido as condições do jogo.
Dominamos plenamente a ações no primeiro tempo. 
Mas... novamente Maurício Alves perdeu um gol feito.

Gostei da movimentação e da raça do Rafael Coelho.
Gustavo fez um bom primeiro tempo. Pará um primeiro tempo ruim e um segundo tempo, onde ao menos apareceu na linha de fundo para cruzar bolas na área adversária.
Eu não teria saido jogando com Diego Orlando, sairia com Acleisson. Campo pesado, favoreceria a força e os tiros de longa distancia desse jogador, que também já tinha mais ritmo de jogo.

No segundo tempo o Avaí continuou jogando melhor, mas novamente não convertia em gols sua superioridade.
Benazzi demorou uma eternidade pra mexer. Meu Deus!
Colocou o Fabiano quando faltava menos de 10 minutos pra terminar o jogo, com Diego Orlando fazendo uma partida muito fraca. E novamente Arthuro, que não acrescentou nada ao ataque.

Marquinhos infelizmente perdeu um pênalti, bem marcado a nosso favor aos 42 do segundo tempo. 
Sendo assim, deixamos escapar nossa primeira vitória nesse campeonato.
Desse vez não faltou vontade nem raça. Mas continuou faltando competência para Maurício Alves nas finalizações e para Benazzi, na leitura do jogo. O cara tem uma "preguiça mental" pra fazer substituições, credo, chega a dar uma agonia.
Um zero a zero que nos tira do zero e nos dá um ponto no campeonato.
Técnico com "preguiça" é assim, vai de um em um.

6 comentários:

Anônimo disse...

Acleisson não joga na mesma posisão do Diogo Orlando. E mais o Diogo Orlando foi bem. Acerta muito mais passes que o Acleisson.

Kk de Paula disse...

Anonimo, respeito tua opinião. Mas eu não vi um bom jogo do Orlando.
Adoraria que deixaste aqui teu nome. Pra gente poder conversar de igual pra igual. É muito chato falar com anônimos.

André Rodrigues disse...

Não fui o anônimo, mas a troca de Acleison por Diogo Orlando deu uma outra consistência ao nosso meio de campo, porque ele marca e passa melhor que Acleison, que só ganha na cara de mau. E exatamente por eles não jogarem na mesma posição, o esquema da meia mudou um pouco, para o famoso losango, com Bruno mais fixo.
Olha a fita do jogo e observa como a marcação do Avaí encaixou fácil nesse jogo... o Diogo Orlando não pode ser penalizado por jogar simples, mas com correção. Ponto pra ele e para Rafael Coelho, que as outras estréias tenham a mesma performance!

Anônimo disse...

Kátia, parabéns seu comentário reflete a minha visão sobre o jogo. Apenas penso que poupasse o Marquinhos...Não se perde um penalti num final de jogo e na situação em que nos encontramos atualmente...E olha que em Criciuma ele já tinha perdido também uma excelente oportunidade de gol com o jogo em zero a zero...
Vamos dar a volta por cima logo logo.
Luiz Santana

Eron disse...

Preguiça mental tem é o nosso presidente que não manda esse falastrão embora!
Eron

Kk de Paula disse...

André não discordo de ti. Apenas achei que entrando com Acleisson, com o campo molhado, ele poderia arriscar chutes de fora da área.

Luiz, realmente poupei o camisa 10.

Eron, acho que estão esperando para ver o Benazzi comandando o time titular. Eu não esperaria.