domingo, 31 de março de 2013

Sem o dez ficou transparente

Sem jogadas pelas laterais.
Porque nossos laterais são fracos.
Sem jogadas pela meia.
Porque só temos um jogador que sabe jogar ali e hoje ele não esteve em campo porque forçou o terceiro amarelo para jogar o clássico.
Uma defesa que consegue tomar três gols do fraco Joinville...
Não vi uma subida para o ataque com qualidade nem do Paulinho nem do Arlan.
Ricardinho e Nadson pela meia... Vi uma tabela do Nadson com o Reis. Uma.

Perdemos um jogo muito importante.
E mais ainda, o Avaí ressuscitou, na páscoa, o coelho; e perdeu seu volante para o clássico.
Alê foi expulso em decorrência do pênalti que cometeu ao cobrir o lado direito aberto, escancarado da nossa defesa.

No sábado tudo estava em nossas mãos, ou melhor, em nossos pés.
No domingo o nosso time entrou em campo e mostrou pra quem ainda duvidava que sem Marquinhos no jogo, nada se cria e nem se transforma, eis a  transparência das nossas carências.
Joinville 3 x 0 Avaí

Que tristeza tomar um gol de um zagueiro que era completamente identificado com o nosso Clube e queria (e poderia) continuar vestindo a nossa camisa.
Mas para o lugar dele temos Alef e Pablo (arg!)
Como o nosso time é peladeiro sem o Marquinhos.
Que chocolate o fraco coelhinho nos deu.
Fiquei com pena do Reis.

sábado, 30 de março de 2013

Vai com garra, Leão!

Vamos pro jogo!
Vamos estar em Joinville brigando pela liderança do returno.
Vamos estar sem Marquinhos.
Vamos ver quem Ricardinho vai colocar no lugar do nosso maestro.
Vamos torcer muito para o Reis continuar reinando na área adversária.
Vamos rezar para que a nossa defesa se comporte bem.

Vai com garra, Leão!!!

quinta-feira, 28 de março de 2013

Dois gols e um lua cheia

"Tem coisas que só acontecem na Ressacada" - Salles Júnior


Ainda bem que no nosso time há um goleador.
Reis fez mais um e salvou o jogo.
O nosso Avaí não sabe jogar quando o Marquinhos não está inspirado.
O nosso Avaí não sabe jogar pelas laterais do campo.
O nosso Avaí erra muitos passes.
O nosso Avaí tem uma zaga deficiente que quando não erra, apela pro chutão.
Mas o nosso Avaí tem Reis.

O jogo?
Um primeiro tempo sem comentários.
Um segundo tempo com um gol de goleador e o outro gol do Nadson e quem descreveu muito bem o lance foi  o narrador Salles Júnior - “tem coisas que só acontecem na Ressacada”.
Vencemos e isso foi muito, muito bom.
Estão deixando a gente chegar.

Uma noite linda, com uma lua assustadoramente bela, um clima agradável e estiveram na Ressacada apenas 3.500 torcedores.
Já passou da hora dos Clubes responderem pra si mesmos porque a torcida está abandonando os estádios brasileiros.

Foto: Comemoração do segundo gol do Avaí contra o Guarani by Jamira Furlani 

Quero ver 'Reis'


Ressacada
Casa do Rei 
Mas no Avaí agora temos Reis.

Tem o da camisa 10 e o da camisa 9.
E tem o dono da casa que é o Rei do Reis.
Urra, Leão!

Quem for Avaiano me siga.
Hoje estou indo pra Ressacada.
Quero ver 'Reis'.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Clássico de barriga cheia


Clássico é o melhor jogo do planeta.
Ele por si só é a atração.
Mas a galera do Fair Play vai nos receber a partir das 11 horas do dia 07 de abril com várias atrações.
Ir para o Clássico de barriga cheia e passar a tarde tomando uma gelada com os amigos ouvido o grupo Entre Elas ajuda a relaxar e tudo ali, pertinho da nossa 'casa'.
Nem precisava, mas os caras do Fair Play vão fazer um 'pré-clássico' com tudo que a gente gosta.
Depois... 
Solta o Leão!

segunda-feira, 25 de março de 2013

90 minutos. Eis o tempo que a paixão nos pede.


90 minutos uma vez por semana (as vezes, com sorte, duas).
É isso que a nossa paixão nos pede de presença física na sua casa.
São esses pouco e rápidos minutos que temos para soltar a nossa voz e cantar e falar (sem prosa nem verso e nem mesmo rima); vibrar, arrepiar, chorar e sorrir (sem estar na intimidade, sem vergonha, sem medo, sem identidade).
Ela só quer nos ver e ouvir. 
Não importa nosso sexo.
Mas quanto prazer.

Precisamos nos declarar. Aqui ela exige.
Muitas, demasiadas, extasiadas declarações.
Essa paixão, só essa, nos permite a poligamia. 
Aqui não há exclusividade nem divórcios. Abraçamos tantos, diversos.
Cada encontro muda o companheiro, a companheira ao lado. 
Mas a camisa que veste o ser abraçado...  
Ah, a camisa sempre é a mesma.
Azul e branca.

Noventa minutos de presença para mostrar o quanto amamos durante as ausências. 
O quanto a distancia não nos deixa esquecer. 
O quanto nossa alma vive eternamente a esperar por mais noventa minutos.
Apaixonados, vamos!
Quinta tem mais noventa minutos de Avaí presente.  
Apresente-se.
Presente!

CBF aumenta a cota para os Clubes da série B

"De acordo com o presidente do Paysandu, Vandick Lima, a logística da competição nacional terá algumas mudanças e melhorias, com a CBF custeando os valores de passagens e hospedagens para todos os integrantes da comissão técnica. Além disso, o repasse da cota de televisão aumentou em 50% em relação ao passado, bem como o número de bolas repassadas aos clubes. Também será de responsabilidade da entidade o custo dos exames antidoping, que antes eram pagos pelos clubes com a receita da comercialização de ingressos.
A cota aumentou em 50% realmente. Ano passado, os clubes recebiam, líquido, o valor de R$ 1,8 milhão. Este ano a cota será de R$ 2,7 milhões (R$ 3 milhões bruto, sem os referidos descontos), o que renderá para cada equipe oito parcelas de R$ 337.500 mensais, a partir do mês de maio, com exceção de Palmeiras e Sport, pois ambos são do Clube dos 13. Além disso, receberemos mais bolas. Antes eram 75 e, agora, serão 200. E as passagens também sofreram reajuste de 25 para 28 – explicou o presidente do Papão da Curuzu." 

Para ler a notícia na integra clica aqui.

Fonte: gloesporte.com

domingo, 24 de março de 2013

Que molecagem, Avaí!


A nossa zaga é fraca, isso todos sabemos.
Jogando contra um time cheio de limitações e praticamente amador o quase total displicente Avaí, viu sua zaga desqualificada tomar dois gols do moleque travesso.
Que molecagem!
Apenas três jogadores, não 'entregaram' o jogo hoje.
Reis e Jefferson Maranhão.
E Ricardinho que se movimentou com disposição durante todo tempo.
Esses foram os únicos que entraram em campo sem acreditar que se vence uma partida na véspera.
Alguns porque são fracos  e os demais entraram em campo achando que venceriam com a maior facilidade.

É urgente contratar bons zagueiros e um lateral direito.
Se o Avaí já não vinha bem em campo, com a saída do Maranhão e a entrada do Julinho, esse joga por decreto, o Avaí passou a ser totalmente dominado pelo Juventus.
E o moleque buscou por merecimento o empate.
Mas Reis fez prevalecer a sua seriedade e vontade no jogo.
No último minuto, de cabeça, deu uma bola açucarada para o veloz Marrone que chutou para balançar a rede e nos dar a vitória.
E assim acabou com a molecagem tanto dos Avaianos, quanto dos esforçados jogadores do Juventus.
Julinho entrou pra dar dois passes errados de calcanhar e tomar um amarelo.
Nossa zaga é jovem demais, perigosamente fraca.
Arlan não me agrada.

Domingo de Leão em campo

Domingo com nosso Leão em Jaraguá.
Jogo que precisamos vencer.
Jogo que precisamos mostrar um bom futebol.
Jogo para Ricardinho conhecer mais um pouco dos seus comandados.
Jogo para afinar a dupla R & R.
Sob a batuta do mestre Marquinhos Santos.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Twitter oficial do Flu confirma meia Higor no Avaí

Notícia dada agora pouca através do twitter oficial do Fluminense:

@OficialFlu "CONFIRMADO: O meia Higor está sendo emprestado para o Avaí até o fim de 2013. Boa sorte, guerreiro!" 22.03.13 20:15h

Higor chegou ao Fluminense em abril de 2011. Meia técnico e com boa visão de jogo, se destacou no Campeonato Brasileiro Sub-20 daquele ano. Em 2012, foi o grande destaque do time vice-campeão da Copa São Paulo de Juniores. Com gols de fora de área e de falta, Higor tem em seu chute uma das principais armas de seu repertório variado.

quinta-feira, 21 de março de 2013

R & R



Há muito tempo nós, torcedores, levantamos os olhos para os céus implorando por um atacante que faça gols. É, um atacante que faça gols. Paradoxal, mas era necessário um milagre.
A escassez era tanta, que humildemente pedíamos um, unzinho só.
Passaram por nosso gramado com suas chuteiras coloridas (goleador que usa chuteira preta atualmente no Brasil só conheço o Fred), atacantes de todos os tamanhos e estilos. 
De área, de sair pra buscar jogo, de canto de área, de buscar jogo e não encontrar, de sair e não voltar, de tanto buscar os cantos nos davam só desencantos, de chutar torto pelos cantos, de fazer um golzinho a cada 10 partidas.
Será que com a chegada em Roma do simpático torcedor do San Lorenzo, o Francisco, os céus se abriram para os clamores do nosso jogo e fomos ouvidos em dose dupla?
Será que a dupla Reis & Roberson vai nos devolver a alegria maior do futebol, o GOOOOOL?

Será, Chico??
(tô esperançosa, Santidade!)

O filho do Leão e a mãe Leoa



 "Estou com a panturrilha doendo por causa do pênalti". 

Homenagem do nosso Clube ao nosso ídolo Marquinhos Santos. 
E como hoje é o aniversário da mãe leoa, a nossa craque Nesi Furlani, coube a ela entregar a camisa ao filho do Leão. 
 Frase do nosso ídolo durante a homenagem: 
- "O que me deixou mais contente foi saber que o senhor, Presidente, conseguiu exterminar a sua doença. Tenho o senhor como um Pai." 
- "Todo dia que eu venho pra treinar eu venho com a alegria, as vezes eu saiu do Avaí mas o Avaí  nunca sai de mim". 
- "Eu posso estar ferido mas com o Avaí eu nunca vou estar morto."  

Parabéns Marquinhos por teu carinho e comprometimento com o nosso Avaí. Por vestires com orgulho e raça de um torcedor, a nossa camisa. Obrigada! 
Parabéns Dona Nesi por sua entrega incondicional e desinteressada na luta por um Avaí sempre melhor. Obrigada!

quarta-feira, 20 de março de 2013

Safado!

Só faltou ele virar na direção da nossa torcida e repetir o gesto do presidente da federação. 

Jogo na lama, apito lameado


Um jogo com a cara do Avaí.
Chuva, poça e muita lama.
Um jogo para quem tem pura raça.
Um jogo onde saímos duas vezes atrás do placar e fomos buscar o empate.
Com falhas da defesa, entregamos dois gols para o Tigre um com apenas 40s do primeiro tempo.
Na lama, na gana, na força e com mais um show de Marquinhos, buscamos o empate com nosso novo ataque. R&R – Reis e Roberson

Mas no minuto final...
O jogo ficou com a cara do Célio Amorim.
Por isso não viramos.
(vou esfriar a cabeça, porque o pênalti não marcado por esse Senhor foi escandalosamente assustadoramente, claramente pênalti e a vontade nessa hora é de mandar esse #@$*# da #+#@ tomar no #*)
Jogo na lama, apito lameado.
Pênalti não marcado.
Sujeira não faltou.

200vzM10


Hoje a fórmula é essa: 200vzM10

terça-feira, 19 de março de 2013

Rodízio de pizza é mais barato


Ricardinho foi apresentando hoje a tarde, comandou seu primeiro treinamento e amanhã já estará na casamata Avaiana.
Em apenas dois dias ele efetivamente tomou o comando.
Sem golpe, sem guerra, sem revolução.
Para o futebol brasileiro nenhuma novidade.
O rodízio dos comandantes é constante.
Não para.

(Pena que esse 'rodízio' se restringe aos técnicos. Ele será mais salutar e menos oneroso se chegar na esfera do alto comando do futebol brasileiro)

Interessante é ao final das competições fazer um balanço dos Clubes que obtiveram um bom ano.
Na maioria das vezes os que vão conquistar resultados significativos são os que mantiveram os técnicos por mais tempo e conseguiram manter a base do seu time titular.
Ricardinho tem um desafio pela frente como a grande maioria dos técnicos tem todos os anos.
Chegou com o campeonato catarinense em andamento, a Copa do Brasil começa em abril e o seu elenco ainda é carente em algumas posições e a série B é longa.
Nada que o impeça de com muito trabalho e com intervenções cirúrgicas no elenco, poder terminar o ano a frente do nosso Clube (eu vou torcer por isso).
Mas o rodízio... 
Aqui não é só de pizza não, por isso bem mais indigesto e caro.

Nós, os obscenos apaixonados


É impossível deixar de ver o esvaziamento dos estádios brasileiros.
Muitos se preocupam e tentam entender as razões que leva um povo apaixonado abandonar, deixar de lado se afastar da sua paixão.
Alguns apontam seus dedos na nossa direção.
Ora, quem não sabe que a paixão arrebata, arrasta, se alimenta sem propósitos, se encarna na pele e arrepia?
Quem não sabe que a paixão tem seus adereços?
Batom, perfume, flores, gravatas com nós impecáveis, músicas, vinhos.
A paixão pelo futebol tem seus próprios.
Bandeiras, camisas, faixas, gritos de guerra, ídolos, cerveja.
O que sobrou para os que comem as sobras do futebol?
O que sobrou para os apaixonados por esse jogo?
Quase nada. Arrancaram-nos um quase todo.
Ainda podemos comprar e vestir o manto sagrado.
Não sem antes nos impor faltas.
Falta de jogadores identificados com o Clube, a falta de bandeiras tremulando em nossas mãos, faixas arrancadas, gritos de guerras sufocados, ídolos no exterior, cerveja no banco dos réus.
Impõem-nos dirigentes corruptos, falências, contratos milionários que se quebram e nos quebram, evasão do que é nosso, jogadores das bases que só conhecemos quando começam a falar outra língua, presidentes que não escolhemos.
Tudo isso tão bem retratado no vazio das arquibancadas e aqui em Santa Catarina, no gesto obsceno do presidente da federação catarinense para os torcedores do Avaí que o vaiaram.
Sem motivo, claro.
Afinal de contas, os obscenos somos nós.
Nós que comemos as sobras.
Nós, eternos apaixonados.

Sinta-se convocado

domingo, 17 de março de 2013

Comandante e Capitão 'matam' os índios

Crédito: Alvarélio Kurossu/Agencia RBS


Valeu comandante Emerson.
Valeu galego, tu és craque.
Eu já sabia!
Num primeiro tempo onde os dois times marcaram muito e de pouca movimentação, a bola chegou aos pés do centro avante num passe do M10... 
E Reis nos fez seus súditos, marcou.

No segundo tempo o Avaí fez bom jogo.
Emerson acertou na escalação de dois atacantes.
Roberson é um ótimo jogador. Movimenta-se bem, dá passes com inteligência. Vai nos dar alegrias.
Emerson acertou também na substituição de lateral Gustavo
Como estava estreando, o lateral não ousou muito nas subidas e  também cansou. 
Ricardinho entrou e deu outra movimentação ao jogo. Apareceu na frente com velocidade e ainda foi premiado com o segundo gol.
Marquinhos, ah o Marquinhos!
Como joga bola esse cara.

Valeu a vitória para dar moral ao grupo, tanto quanto para premiar o nosso Emerson.
O Avaí soube marcar o adversário e soube marcar gols.
Ainda falta qualificar o elenco, mas a vitória de hoje mostrou que no ataque as coisas começaram a se ajeitar e que um  técnico, que conhece o adversário e os seus comandados pode vencer, mesmo com carências no elenco, o líder da competição.

Não gosto muito de falar da arbitragem, mas que homem ruim.
Entre um monte de 'faltinhas' a favor do Verdão que só ele viu e o pênalti não marcado (uma voadeira) a favor do Avai...
Dá um outro post. Deixa pra  lá.
Quarta tem o Criciúma na Ressacada.
Vamos pro jogo torcida.
O Avaí precisa de nós.



Avaí x Chapecoense

Avaí x Chapecoense.
Sempre um bom jogo.
Toda força ao nosso comandante Emerson.
Que os seus comandados tenham absorvido um esquema de jogo; que tenham preparo físico pra correr os noventa minutos; que acertem o gol adversário e protejam com sabedoria o nosso.

Ricardinho assume na segunda.
Que o novo comandante consiga se firmar no cargo.
Que seu trabalho dê resultado.
Que o Clube contrate jogadores para as posições que estamos carentes.

Bom jogo, Emerson!
Bom trabalho a partir de amanhã, Ricardinho!

sábado, 16 de março de 2013

Ricardinho é o novo técnico - by Alexandre Aguiar




Abaixo o post publicado no blog 'TODO ESPORTE SANTA CATARINA' by Alexandre Aguiar:
 MARÇO 16, 2013

'E saiu a tão esperada fumacinha azul na Ressacada. Ricardinho, o Ricardo Luís Pozzi Rodrigues, assume como novo técnico do Avaí a partir desta semana. Ainda faltam acertar coisas mínimas, que não são empecilhos, mas está praticamente contratado.
Ricardinho, como todos sabem, ganhou fama no Corinthians de Marcelinho Paulista, Vampeta, Rincón e Luizão, nos finais da década de 1990. Volante-armador, com canhotinha fabulosa, fez história em sua passagem no futebol, tanto que chegou à seleção brasileira.
Como treinador, iniciou no Paraná Clube, em 2012, instituição que o revelou para o futebol e onde guarda seu coração. Depois passou pelo Ceará, no final de 2012 e deixou o clube nordestino na semana passada."
Para ler o post na integra clique aqui.

sexta-feira, 15 de março de 2013

E lá se vai mais um da base



E lá se vai mais uma promessa do sub-16 para o Grêmio.
Dionatha Silva.
Dionatha interessava também ao Internacional/POA
O nosso menino vai se juntar a Wallace e Patrik.
Como podemos constatar só no mês de março já se foram três promessas.
Acho que nosso 'celeiro' está ficando vazio.

Em sua página no facebook ele escreveu:
"A saudade vai ser tão grande :("

O nosso belo passado

Foto: 'roubei' do blog Memória Avaiana



O Avaí Futebol Clube irá homenagear no próximo domingo, dia 17, antes do jogo diante da Chapecoense, o ex-jogador mais antigo do clube em vida Augusto Barbosa da Fonseca, de 91 anos. Esta será a primeira homenagem da série prevista na programação dos 90 anos do clube.

Augusto jogou no Avaí em 1949 onde foi Campeão Citadino, participando de 11 jogos e marcando 5 gols. Além de vestir a camisa do Leão da Ilha, o ex-atleta atuou em outras equipes de Florianópolis e do Estado de Santa Catarina.

A homenagem acontece às 17h30, na Sala da Presidência da Ressacada. Em seguida, o ex-atacante avaiano irá ao Memorial de Atletas para rever a taça do Campeonato Citadino de 1949.
(Fonte: Site Oficial do Clube)

Nota da blogueira: 
Linda e oportuna homenagem. 
Valorizar o passado de honras e glórias dos jogadores que jogavam por amor a camisa.
Que o presente ouse espelhar e imitar a história que esses homens escreveram com paixão e raça.
O futuro depende muito que o hoje jamais se desvincule do nosso belo passado.
A hora é sempre presente, mas necessariamente tem de estar de encontro marcado com nosso dias de glória.

Emerson! (com ou sem H)


Com a confirmação oficial do Clube sobre o encerramento das negociações com o técnico Silas, cabe ao Avaí apressar as contratações necessárias para qualificar o elenco.
Sim, o elenco.

Domingo Emerson estará no banco.
Terá as mesmas dificuldades do técnico anterior, mas pode mostrar um jogo diferente.
Um time mais pegador, mas bem preparado fisicamente e claro, um esquema de jogo que leve em conta as deficiências decorrentes do elenco mal montado.

Técnico não faz milagres. 
Técnico tem que saber tirar do grupo, quando isso é possível, o seu melhor e desse melhor, distribuir as peças corretamente no tabuleiro para jogar o jogo que o time pode desenvolver de acordo com seu adversário.
Mas técnico também precisa ter o respeito e a resposta positiva do elenco para o trabalho que  escolhe  aplicar.

Emerson tem toda a minha simpatia e a minha torcida.
Um jogo no comando não vai nos dizer muita coisa sobre ele nessa função, mas a postura do time e a intensidade com que os jogadores vão jogar esse jogo pode nos dizer muito.
E pode ainda mais. 
Pode dar ao Emerson um segundo jogo, um terceiro, um quarto...

Nossa história nos últimos anos tem muitas coisas positivas que começam que esse nome:
Emerson!
(com ou sem H).

quinta-feira, 14 de março de 2013

Maria, Emerson e Silas

A demora para anunciar o novo comandante mostra a dificuldade financeira que o nosso Clube está enfrentando.
O jornalista Alisson Francisco publicou em sua página no facebook que  Silas não vem mais:




"Como eu imaginava... Agora está confirmado. Silas não vem para o Avaí. Adriano Spadoto, empresário do treinador, descartou a possibilidade."
(14/03/13 00:10h)




Sabemos que no futebol uma 'verdade' pode não durar 5 minutos.
Mas o tempo em que o 'banco' está vago nos dá a sensação que a história de 2012 pode vir a se repetir.
O interino Emerson deve comandar o time no domingo.
Hemerson, o nosso Maria, quando sentou pra 'esquentar o banco' para um pseudo-técnico que viria com uma pseudo-parceria... 
Quando foi 'convidado' a levantar do banco já era campeão catarinense.
Cada jogo tem a sua história, cada técnico também e cada Clube faz a sua.
Eu continuo fazendo o que sempre fiz, torcendo pelo Avaí.

quarta-feira, 13 de março de 2013

The Expendables - by Slater

Imagem: Deividy Slater

A ausência de alas e a inteligência solitária de M10

Foto: Jamira Furlani/Oficial Avaí Futebol Clube



Enquanto vivemos a expectativa do novo técnico, Emerson Nunes está trabalhando com o elenco atual.
Domingo tem jogo na Ressacada.
Trabalho tático e também físico.
Essa semana não pode passar em branco.
O Avaí precisa acelerar os trabalhos e as contratações.
O elenco está deficiente.

Fica quase impossível para o cara que veste a 9 (não importa se Roberson ou Reis ou seja lá quem for), render o esperando se os nossos laterais, que hoje em dia já deveriam ser alas, não possuem capacidade técnica para levar a bola com qualidade para o ataque; se não sabem cruzar um bola com eficiência na área adversária. E mais complicado ainda, é se esses laterais (não ouso chamar os nossos de alas) não funcionam nem na defesa.
Ainda mais que Marquinhos e sua inteligência solitária povoam sozinhos um meio de campo fantasmagórico.

Difícil, muito difícil jogar um bom futebol.
A semana não pode ser perdida.
Returno está aí e a Copa do Brasil batendo na porta.

terça-feira, 12 de março de 2013

Tudo junto e misturado


Cotado para assumir o Avaí, o técnico Silas irá desembarcar em São Paulo na próxima quinta. Ainda sem futuro definido, o treinador deixará o Catar para retornar ao Brasil depois de dois anos no futebol árabe. Com conversas preliminares com o Avaí, Silas e a direção avaiana devem bater o martelo nas próximas horas. O principal entrave seria os valores pedidos pelo treinador, diante do orçamento limitado que o clube pode pagar. Por isso, o clube trabalha com plano B e C.
— Três nomes estão em pauta para o perfil que buscamos. Um técnico experiente, para comandar a equipe nas competições que estamos disputando: O Campeonato Catarinense, a Copa do Brasil, que começa daqui um mês e a Série B. Mas divulgaremos o nome somente após acertar a contratação. Estou trabalhando para concretizar a contratação o mais rápido possível — explicou o dirigente Júlio Rondinelli na segunda feira. (Notícia do globoesporte.com para ler na integra clique aqui)

Nota da blogueira:
Está faltando grana e olha que ainda precisamos trazer zagueiro, laterais e um companheiro para o M10.
Dá pra dispensar alguns e aliviar a folha.
Não vou escrever aqui o por que da falta de grana.
Fazer futebol não é fácil e no Brasil está cada vez mais difícil.
Os Clube precisam de um profissional sério e leal na gerência do futebol e no comando do time. 
Mas quando as profissões se misturam e os cargos também, e os caras passam a empresariar jogadores...
Tudo junto e misturado.
Eis aí o caos no futebol brasileiro.
Muita gente ganhando grana e muitos clubes falidos.
O Avaí trabalha com o plano B e C para trazer um técnico justamente por isso. Falta de grana.
No campeonato brasileiro o nosso Clube está na B, dá C nós saímos campeões.
Que essas letrinhas B e C dos planos pra trazer o técnico não sejam acionadas  e principalmente não migrem para o brasileiro.
Continuo na torcida para que o nosso Clube consiga trazer um técnico que possa desenvolver um bom trabalho esse ano. Com um elenco carente fica mais difícil. Temos que buscar soluções também para recompor e qualificar o plantel com inteligência.
Agora, onde vamos buscar grana.. Só tenho visto ela saindo dos Clubes.


segunda-feira, 11 de março de 2013

Escolhas & Riscos


Imagem: Wikipédia (mas agradeço ao Rafael Botelho que me enviou por e.mail)

Estamos no aguardo do novo comandante.
Temos um returno inteiro pela frente pra soltar o Leão.
Ainda nesse ano teremos a Copa do Brasil e o campeonato brasileiro.
Sérgio não conseguiu mostrar um bom trabalho em nosso Clube.
Que ainda precisamos qualificar o elenco todo mundo sabe e também, dar uma condição física melhor para os jogadores.
O nome do Silas está sendo ventilado.
Silas no Avaí foi um vencedor.
Acesso em 2008, campeão catarinense em 2009 e melhor campanha de um clube catarinense na série A, e semifinalista na Copa do Brasil 2011.
Não sei se o nome dele será confirmado.
Mas acredito que se ele retornar vai ter alguém no comando que conhece o Clube, a torcida, o campeonato catarinense, a série B e a Copa do Brasil.
Nas conquista que citei acima Silas era o comandante e a estatística fala por si só, acho que seria interesse nesse momento, para o Clube, ele no comando do time profissional.
Nos últimos anos nossas conquistas passaram por ele.
O momento não é para experiência.
Ele pode vir e seu trabalho ser uma decepção.
Mas se é pra correr riscos e no futebol sempre se corre, Silas já mostrou resultados.
Vamos esperar, só sei que estarei pronta pra torcer por quem vier.
Estamos precisando ver um bom trabalho, estamos precisando de resultados positivos e da nossa torcida acreditando que é possível.
Que a diretoria Avaiana acerte no nome escolhido.

domingo, 10 de março de 2013

Espero que não seja o primeiro de muitos


O nosso Clube demitiu o técnico.
Espero que não seja o primeiro de muitos, como vem acontecendo nos últimos anos.
Espero que não sejam creditadas a ele todas as dificuldades que estamos enfrentando nesse fraco campeonato catarinense.
Espero que os homens que estão lá dentro saibam pinçar com inteligência os jogadores que precisam chegar para recompor esse elenco.
Espero que o elenco não inche como nos anos anteriores.
Espero que a nossa preparação física nos permita jogar os dois tempos com folego de leão.
Espero que o próximo técnico consiga fazer um bom trabalho.
Espero!

sábado, 9 de março de 2013

Abre o olho, Júlio!

—  O Avaí não pode passar por essas coisas, precisamos tomar uma atitude e mudar (...) Confiamos no trabalho de quem está no comando. No Sérgio, na comissão, nos atletas, sabemos que temos que produzir mais do que estamos produzindo, não era para estarmos nessa condição. Vamos ter atitude, vamos mudar. Vai ser mais uma semana de derrota, de superação, de tentar mudar e não temos muito o que falar — finalizou convicto Júlio Rondinelli.em entrevista após a derrota desse sábado. 

Nota da blogueira:
Júlio querido tu não falou sério, né??
Paradoxal ao extremo a tua declaração.
Confias na comissão técnica, nos atletas para em seguida dizer que "vamos mudar"?
Mudar o que?
Se confias na comissão e nos jogadores?
Qualquer outra mudança no Clube foge da tua alçada, escapa do teu cargo.
A gente já está bem triste, por favor não nos tire por imbecis.
Abre o olho, vai acabar sobrando pra ti e pra nós novamente.
Dá uma 'ispiadinha' nos últimos culpados pelos fracassos apontados pelo mandatário.
Estamos vivendo um período monarquista, onde os culpados são sempre os súditos.





Não atrapalha, Sérgio!


Faltava um centro avante?
No jogo de hoje não faltou;
Faltava o Eduardo Costa fazer um bom jogo?
Hoje ele fez;
Faltava o Jefferson Maranhão mostrar um pouco de qualidade?
Hoje ele mostrou;
Faltava tabelinha na frente?
Hoje teve várias com Maranhão, Marquinhos e Roberson.
Hoje teve tudo isso.
Mas só no primeiro tempo.
Quando o jogo precisou do dedo do técnico, o Atlético se jogou pra cima do Avaí e alguns jogadores já estavam cansados, Sérgio Soares não soube fazer as substituições.
Chamou ainda mais o Atlético para o nosso campo ao substituir o Robeson, manteve jogadores cansados em campo e facilitou a virada ao guerreiro time atleticano, que não desistiu nunca.
O campo estava molhado, mas só quem escorregou no jogo foi o cara que estava no banco.
Sérgio Soares.
O Avaí ainda precisa melhorar?
Sim, precisa.
Mas hoje, hoje a vitória era nossa.
Não é verdade, Sérgio?

(Puts, não custa dá uma olhadinha também na preparação física do time)

sexta-feira, 8 de março de 2013

Ai, sei lá vamos lá!!


O turno, graças a Deus, acabou
Vai começar o returno
Nada será com antes
ou será como antes
mas antes do ano que estamos
ano passado
Aí, sei lá...
Vamos lá
Amém!!!!
#UrraLeão

quinta-feira, 7 de março de 2013

Habemus 'Rex's'!

Foto: Alceu Atherino


“- Estou muito feliz de estar aqui. Tive uma negociação com o Criciúma que não deu certo, mas agora é receber a oportunidade (do técnico) de ter uma sequência de jogos para mostrar o meu futebol e fazer os primeiros gols” - comentou o atacante Reis em sua apresentação essa tarde na sala de imprensa da Ressacada.

Nota da Blogueira:
Desejo muito, muito sucesso a Vossa's Majestade's. Muitos, muitos gols.
Que ele seja o nosso Rei, ou melhor, nossos Reis da área. 
Que reine majestosamente na área adversária por muitos e muitos jogos.


Parabéns, 'Evando Iluminado Avaiano'!

Foto: Kk De Paula

Vamos às compras



O nosso Clube já percebeu que mesmo com a carteira vazia vai ter que ir às compras.
O plantel de 2013 precisa de reparos.
Com a grana escassa e o ano em curso é preciso inteligência e sorte eu diria, para trazer as peças necessárias no encaixe. 
O primeiro turno permitiu ao Clube ver o que está faltando e sua ida ao mercado deve ser cautelosa e criteriosa. O perigo de inchar a folha ronda novamente o sul da ilha.
Há equívocos na montagem do plantel. Certo! Mas o clube precisa acertar nas peças que vai adquirir. Qualidade não quantidade.
Por dois anos tivemos bons jogadores que pela deficiência do elenco não foram suficientes para um rendimento qualificado do todo. 2011 que o diga. Lincoln, William são dois exemplos que mesmo sabendo jogar bola não impediram a nossa queda, pois os demais... A zaga... Os técnicos...
Uma andorinha não faz verão!
Menos mal que Chuva pediu pra rescindir seu contrato. 
(E eu achando que o Clube o tinha dispensando por deficiência técnica, mas deixa esse detalhe pra lá) Menos um na folha.
O mercado está sempre aberto pra compras, empréstimos, trocas. Ele aceita tudo. Mas quem escolhe como lidar com ele é a gente.
Boas compras, Avaí!

quarta-feira, 6 de março de 2013

Recados do capitão M10

Foto: Jamira Furlani/Avaí Futebol Clube


- Temos que melhorar no coletivo e fazer um segundo turno totalmente diferente dos primeiros jogos desse turno. Temos que aproveitar melhor as oportunidades. Na maioria dos jogos, tivemos mais chances que os adversários e não matamos a partida. Precisamos mudar nossa postura. Não adianta mais falar de falta de entrosamento e treinador com nova filosofia. Isso já passou, não tem mais desculpas .Temos que colocar um pouco de culpa e responsabilidade nas costas. Por ser o capitão e referência, a cobrança em mim é grande e eu não fujo disso. Mas se o jogador pegar um pouco da responsabilidade e chamar o jogo, fica bom para todo mundo - afirmou nosso capitão camisa dez Marquinhos Santos.

Nota da blogueira:
O capitão mandou recados para todos os jogadores.
- Aproveitar melhor as oportunidades;
- Mudar a postura;
- Não tem mais desculpas;
- Assumir responsabilidade;
- Chamar o jogo 

Fonte: INfoesporte

Os eM's top's



Marquinhos e Marrone fazem parte da seleção TOP DA BOLA do 1º Turno do Campeonato Catarinense. Os atletas foram escolhidos como os melhores das suas posições após as nove rodadas do turno.
E dizer que no último jogo o volante Marrone foi escalado na lateral... Ainda durante o primeiro tempo voltou para sua posição e no intervalo foi substituído.
O S.S está com um elenco limitado e ainda mexe na posição do cara que os *'conhecedores' do futebol elegem como o melhor da posição durante o primeiro turno.
Aí complica, né!


*O Top da Bola é uma iniciativa do Instituto MAPA, com apoio institucional da FCF – Federação Catarinense de Futebol e Associação dos Clubes de Futebol Profissional de Santa Catarina.
Participaram das votações narradores, comentaristas e repórteres de campo das rádios, jornais e TV´s que transmitiram/cobriram os jogos do 1º turno do Campeonato Catarinense 2013.

Chuva, base e planejamento (tudo passageiro)


De acordo com o comentarista Roberto Alves, o jogador Adriano Chuva foi dispensado oficialmente pelo Avaí no final da manhã de hoje. Ainda de acordo com o comentarista, o Avaí pagou tudo o que ‘devia’ ao jogador.
Que ‘dilúvio financeiro’ só com uma chuvinha passageira.
Um jogador veterano, reserva do Canoas vem pra Ressacada entra em campo (não jogou só vestiu a nossa gloriosa camisa) apenas em três jogos, não fica nem um mês no time e ainda leva dinheiro do nosso Clube.

E agora, a sempre bem informada, Gi Severo acaba de postar no twitter que o jogador da base avaiana Patrick Perez está indo para o Grêmio. Gostaria de saber, se essa notícia for confirmada oficialmente, que tipo de transferência é essa.  
Empréstimo venda ou troca? Como foi feito esse negócio entre os Clubes?
Espero que seja apenas por empréstimo, para dar experiência ao jogador.
Porque tem muito garoto da base saindo sem jogar no time profissional avaiano e muito ‘velhinho’ vindo comer e dormir no sul da ilha.
A gente tendo que montar um elenco com pouca grana e se dando ao luxo de colocar garotos da base no Grêmio. Garotos de futuro, porque de bobo o Grêmio não tem nada.
Deve estar indo mais um da base avaiana e vindo mais um ‘pacote de reforços’ do Grêmio.

Planejamento, base e chuva:
- No nosso clube isso tudo é passageiro.

Vota lá!



Galera Avaiana, a votação para escolha da camisa para a Copa do Brasil encerra amanhã, dia 7.
 A disputa está entre a camisa 1 e 3.
Eu prefiro, não gostei muito de nenhuma, a número 1.
Entra no facebook do Avaí para escolher a sua preferida.
Mas cá entre nós, a número 1 é a 'melhorzinha'.
Tô fazendo lobby pra ela.
Vota lá!
Clique aqui.

terça-feira, 5 de março de 2013

Avaí Store e o dia Internacional da Mulher


MULHERES COM DESCONTO NA LOJA



Na próxima sexta-feira, dia 8 de março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher e a loja Avaí Store está com uma série de atrações para as avaianas. Há várias sugestões de cestas com produtos oficiais que podem ser montadas na hora e até pequenos souvenirs para presenteá-las.

E todas as mulheres que vierem na loja esta semana para compras receberão 15 % de desconto. Nas compras acima de R$ 80,00 você recebe de brinde um porta cubo do Avaí, para que possam exibir a foto de suas paixões.

Portanto, o dia da mulher avaiana é na loja Avaí Store!

Fonte: Site Oficial do Avaí Futebol Clube

Choro e ranger de dentes - By Gerson dos Santos


No returno haverá choro e ranger de dentes - By Gerson dos Santos
Com o título do primeiro turno na mão, apenas a Xanxerense cover está garantida para o quadrangular final do Catarinense. Atrás dela correm os chamados "grandes" de SC: a filial da Tombense, o Jo-inveja, o Avaí e o Cri-ciúme. Não esqueci de Metropolitano e Juventus, mas acredito que daqui para frente devam perder "oxigênio".
A Xanxerense cover levou seus jogos para um estádio de traves móveis, grama de jardim, dimensões smurfnianas e se deu bem. Estratégia matadora que se dissipará quando o Estádio da Prefeitura Condá voltar a ser utilizado. Como já é tradição, à partir de agora falarão fino e entregarão a rapadura ao som do seu hino nacional.
Tombense Filial Inc. vem enganando direitinho, dá pinta de ter um time mediano e conta com o apoio da nação azurra para que chegue à final. De todos os possíveis adversários do Avaí, esse é o que dá mais gosto de vencer, embora tenha o péssimo hábito de não comparecer às decisões. Por WO, de novo não, que isso já está chato!
O Jo-inveja, ah, o Jo-inveja. Por ser o "cavalo paraguaio" por excelência, está em dívida como Estado por não ter cumprido o seu dever cívico de pelo menos sair na frente. Mas tão certo como brilha o sol, estará no G4 e será o sparring de sempre para seus oponentes. No stress, teremos mamão-com-açúcar para todos bulinarem.
O Cri-ciúme, como "time-golfinho" que é, iniciou o campeonato lá em cima, favoritíssimo, fez a sua palhaçadinha vencendo o Cambura por 6x0, mas já está descendo em forma de farelo ralo. Toda aquela empáfia foi parar na gamela do amadorismo e agora é o favorito a ficar de fora do G4. Que os deuses o ajudem na série A, pois tá feia a coisa.
O Avaí está em maus lençóis e à partir de agora terá que voltar a ser o time do topo da cadeia alimentar do futebol catarinense. O Leão da Ilha terá que fazer os nove jogos de returno sem crise de identidade, sabendo que é e sempre foi o Maior de SC. Será o campeão também de 2013 pois essa é sua sina. Me cobrem depois, cacalhada.

segunda-feira, 4 de março de 2013

"Posso ser esse 9"

Foto: Alceu Atherino


- Estou chegando e não posso fugir da responsabilidade (de fazer gols). Eu comecei minha carreira como meia, mas tenho a característica de jogar mais na frente, centralizado. Posso ser esse 9 que o Avaí está precisando - afirmou Roberson na sua apresentação oficial.
Fonte: INfoesporte


Nota da blogueira:

Roberson entrou no segundo tempo no último jogo e deu o passe para o gol da vitória avaiana marcado por Nadson contra o Camboriú.
Como o último passe com qualidade anda escasso nos nossos jogos, porque só quem sabe arredondar a gordinha é o nosso camisa dez, fico na torcida e na reza braba para que Roberson possa nos trazer essa qualidade tanto no passe quanto no chute a gol.
Amém!

Chuva caiu na ilha, no Avaí...


Retuitando José H. Koltermann @JoseKoltermann :

"Segundo Enio Gomes, gerente Julio Rondinelli ainda não conversou com Adriano Chuva. Posição sobre o jogador ainda não foi tomada."

Nota da blogueira:
Na ilha o 'tempo' já fechou, a chuva já caiu e a pressão atmosférica mudou.
No Avaí o 'tempo' ainda não mudou.

Já temos dois...


domingo, 3 de março de 2013

Ufa, vencemos!


Três pontos foi isso que o jogo de hoje nos deu.
Nos deus um pouco de esperança no futebol do Nadson e do Roberson.
Muita dificuldade teve o mais vezes campeão para vencer por um a zero o limitadíssimo Camboriú.
Com um elenco fraco, o Avaí apostou em dois jogadores de qualidade.
Marquinhos e Eduardo Costa.
Marquinhos vem correspondendo mas Eduardo espelha o fraco futebol de tantos outros que vestem a nossa camisa nesse início de ano.
Sérgio Soares entrou com uma escalação diferente, tanto devido a lesões quanto por tentar achar o time.
Vimos o retorno do Ricardo, Marrone na lateral e Alê na proteção a zaga.
Mas as dificuldades continuaram como nos jogos anteriores.
O primeiro tempo Avaiano só teve um lance que levou realmente perigo ao gol adversário.
Um chute do nosso Marquinhos.
Muito pouco.

Com as entradas de Nadson, Tauã e Roberson (estreando) o Avaí conseguiu a vitória no segundo tempo.
(Foi uma jogada que passou pelos pés dos três jogadores que nos deu o único gol do jogo)
Muito pouco futebol.
Sem jogadas pelas laterais; Marquinhos fazendo a criação sozinho na meia; Eduardo Costa errando passes e Pablo preocupando na zaga, o nosso time precisa treinar muito, suar muito e se superar muito pra vencer um jogo.
Muitas dificuldades a cada jogo.
Esse elenco é realmente muito ruim ou Sérgio Soares é um péssimo treinador.
Porque o Avaí não tem nenhum padrão de jogo. Não tem postura de vencedor, por isso não soube jogar os seus jogos nesse primeiro turno.
Não adianta só raça, tem que ter qualidade” – já afirmou Marquinhos no empate contra o Guarani.

Ufa, vencemos!
Afinal, o nosso time não vencia desde a quarta rodada.

sábado, 2 de março de 2013

"Vamos dar a vida pelo Sérgio"

- Sabemos que é um jogo difícil e duro. Vamos correr pelo Sérgio Soares, pois sabemos que ele não tem culpa de nada. Infelizmente, estamos dando bobeira e azar. Quando o time não vai bem dentro de campo, o técnico é o primeiro a sair. Por isso, todo mundo está ciente e vamos dar a vida pelo Sérgio Soares no domingo - afirmou o lateral-direito Arlan em entrevista ao INfoesporte.

Vou dar um desconto porque essa declaração veio de um jogador de futebol. 
E  jogador  não tem obrigação de falar, menos ainda falar com coerência. 
Tem sim obrigação de jogar. 
Jogar pelo Clube que o contratou; jogar pela torcida desse Clube; jogar porque é profissional; jogar o melhor que sabe e mostrar que tem dignidade.
Mas esse papinho de correr pelo treinador é pura balela. E isso me preocupa.
Quando jogadores de um Clube vem pra imprensa só pra dizer que o time precisa de vergonha na cara; que vamos correr pelo fulano, que se valem de falácias ao invés do seu futebol em campo para justificar uma derrota, ou então  vem nos dizer por quem e porque  no próximo jogo vão correr, quando isso acontece, é porque no campo não estão jogando nada.
Muita hipocrisia!
Porque o Sérgio vai passar e ninguém vai se matar por causa disso, Arlan.
Calados, deveriam ficar.
A resposta que precisa ser dada é para o Clube e sua torcida.
E a resposta certa, ou mesmo errada, só pode ser dada dentro de campo. 
Jogando bola.

Agora, quanto aos dirigentes do futebol do nosso Clube, tem uma frase do cientista Henri Becquerel, que acredito ser a resposta para muitos dos nossos problemas:
- "Não temos dinheiro, por isso precisamos pensar."