quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ninguém vence na véspera


Já disse aqui o quanto é difícil à escrita apaixonada se render a derrotas.
Como se um policial habitasse meu coração me impedindo de escrever sobre os erros da paixão.
Mas o nosso Avaí hoje, mesmo vestido de azul, esqueceu em algum lugar fora da Ressacada a sua alma.

A falta de mobilidade denuncia o uso incorreto do salto alto
Afinal, a grama requer chuteiras.
E jogo de Copa, mata-mata, requer coração na chuteira.
Faltou foco e humildade; fez falta um zagueiro; fez falta um lateral esquerdo; fez falta uma meia cancha atuante; fez falta a saída por lesão do Arlan e fez falta um técnico no vestiário durante o intervalo do jogo.
Agora, esse ano, falta só o brasileiro.
O catarinense acabou e a Copa do Brasil também.
Que as faltas possam ser preenchidas; que alma azul retorne e o coração volte a bater nas chuteiras dos nossos jogadores. 
Ninguém vence na véspera.
O que nos tivemos chance de fazer em Minas, o América fez em Floripa.
Salto alto a gente usa em festas e esse ano a gente ainda não fez nenhuma.

6 comentários:

Raniere disse...

KK, o que vimos hoje não foi o Avaí, foi um time de um azul desbotado.
Grande abraço.

Anônimo disse...

Ué...o bezerra não apitou hoje ???
o pakita cai cai não jogou ???
comedia mesmo foi no fim do jogo a mini torcida azul calcinha gritando olé...huahuahuahuahuahua
Esse Pakita é um engana troxa mesmo...só a torcida azul calcinha acha que ele é craque, o Fabio Jr com 96 anos, joga mais que esse pereba.
Coelhinho da pascoa que trazes pra mim...um ovinho...dois ovinhos...3 ovinhos assimmmmmmmmmmmmm....kkkkkkkkkkkk
uhhu é chocolate...uhuuu é chocolate

Anônimo disse...

Ola KK . Quanto tempo...
Nem o mais mau humorado Avaiano imaginava isto.... Como eu comentei em outro blogg, faltou velocidade no meio campo, seu idolo se arrastou em campo...
Que isto sirva de liçao, para jogar serio contra o Arapongas.
Susseço KK..
Teylor Alvinegro.

Kk De Paula disse...

Concordo contigo totalmente Teylor. O Avaí não jogou.

Bruno Carvalho - Resistência Avaiana disse...

KK,

Lá se foi o Catarinense, lá se foi a Copa do Brasil e logo se irá a Série B.

Não dá pra aceitar o Avaí com o Ricardinho no comando, treinador que não sabe ler o jogo e depois ainda vem dar declaraçãod izendoq ue o time se desorganizou?

Ele é pago pra organizar o time, assim não dá!!!

André Tessari disse...

Você conhece o projeto "Bahia da Torcida"? Longe de querer comparar a situação política do clube baiano com a do Avaí, mas serve de alerta para não deixarmos que aconteça por aqui. Ou infelizmente já faz parte da nossa realidade? Vamos refletir sobre o assunto e se achar interessante, divulgue no seu blog traçando um paralelo com o Leão da Ilha.

"O grupo exige democracia no clube, reforma do estatuto e mudanças estruturais. “A torcida precisa participar e poder interferir no Bahia".
"O maior erro dele (Marcelo Guimarães Filho) é achar que o clube é dele. O problema do Bahia é de gestão. Um clube sem transparência que se tornou um grupo de amigos".

Fonte: http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/saiba-detalhes-do-bahia-da-torcida-grupo-que-exige-democracia-no-clube

Vídeo do projeto "Bahia da Torcida": http://www.correio24horas.com.br/esportes/detalhes/detalhes-1/artigo/grupo-bahia-da-torcida-divulga-video-para-pedir-voz-no-clube-confira

O objetivo não é dividir a torcida avaiana em blocos políticos, tampouco fazer campanha contra X ou Y, nada do gênero. A busca por democracia e transparência é justamente para um maior fortalecimento da instituição Avaí, para que esta caminhe junto a sua torcida e tenha um projeto sólido para não viver de lampejos.

E como colocar tudo isto em prática? Devemos acompanhar de perto a ação de nossos dirigentes e tudo que envolve o clube, questionando e fazendo críticas sempre que necessário, ou vamos aceitar tudo como cordeirinhos? O momento é propício, a reforma do Estatuto está em curso e chegou a hora de fazer uma "pressão" (seja apontando as melhores alternativas para uma maior viabilização do clube, conversando com colegas avaianos/sócios/conselheiros sobre a importância do mesmo) para que nossos desejos sejam atendidos. Não é questão de vaidade, querer tudo "perfeitamente perfeito", mas exercer nosso direito como verdadeiros DONOS, não se deixar levar por situações momentâneas ou pequenos gestos e agrados, a análise deve ser feita num todo, pensando sempre no melhor para o Avaí.

Valeu!